Docente da FBAUP recebe vence Prémio Autores 2013

Pedro Tudela é reconhecido pelo seu trabalho nas artes plásticas/instalações e também da produção sonora.

Pedro Tudela, professor da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP), foi distinguido pela Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) com o prestigiado Prémio Autores 2013 na categoria de Melhor Trabalho Cenográfico de 2013, pela cenografia de “Casas Pardas.

O júri, composto por Helena SimõesHenrique CayatteRui Monteiro e Tiago Bartolomeu Costa acabou por distinguir o trabalho do docente da FBAUP, que assim levou a melhor sobre os dois outros nomeados: Rita Lopes Alves, com “A Farsa da Rua W.” e Rui Francisco, com a cenografia de “Pelo prazer de a voltar a ver”.

Em cena no Teatro Nacional de S.João no final de 2012, “Casas Pardas” é a adaptação teatral do romance de Maria Velho da Costa publicado em 1977. Com encenação a cargo de Nuno Carinhas, “Casas Pardas” é um retrato de uma Lisboa do final anos sessenta, em plena agonia do regime: crise política e social, rumores das guerras coloniais e dos tumultos estudantis.

Pedro Tudelaé artista plástico e docente na Faculdade de Belas Artes da U.Porto, onde concluiu a licenciatura em Pintura. Nasceu em Viseu, em 1962, e desde 1982 que expõe regularmente. Para além da cenografia, pela qual foi agora distinguido pela SPA, Pedro Tudela é reconhecido pelo seu trabalho nas artes plásticas/instalações e também da produção sonora. Em 2011, venceu o  prestigiado Prémio Amadeo de Souza Cardoso, com a obra sem título, série “RE…”.

Colabora com o Grupo Virose, é co-fundador e um dos elementos do projecto de música electrónica @c (com Miguel Carvalhais) e um dos elementos da media label Crónica.