Prémio Incentivo 2019: Cláudia Pires

A “qualidade” da Universidade do Porto convenceu Cláudia a ingressar no curso de História da Arte da FLUP. (Foto: DR)

Quando decidiu que queria estudar História da Arte, Cláudia Pires concluiu que, quer pela “qualidade” da instituição, quer pelo leque de “opções de cursos de estudos” que oferece, a U.Porto seria sempre a opção mais óbvia. E a verdade é que dificilmente a escolha desta estudante da Póvoa de Varzim poderia ter-se revelado mais acertada. Primeiro, porque gostou da “dinâmica de trabalho” das aulas, e segundo, porque ao cabo de um ano, já se tinha destacado como a melhor estudante de História da Arte do seu ano, bem como uma das melhores na Faculdade de Letras (FLUP), com média de 18,1 valores. A mesma que lhe valeu a presença entre os vencedores do Prémio Incentivo da U.Porto 2019.

Sobre a experiência do ano de estreia, confessa que vai sempre recordar a oportunidade que o curso lhe deu de poder estudar in loco uma obra de arte ou um estilo arquitetónico, nas aulas de campo em que participou. Essa é, de resto, uma sugestão que a estudante deixa: menos aulas confinadas às quatro paredes de uma sala.

À U.Porto, deseja que mantenha o padrão de qualidade, não só na vertente de ensino, como também na área da investigação.

– O que te levou a escolher a U.Porto?

Escolhi a Universidade do Porto devido à sua qualidade, e às suas opções de cursos de estudos, já que poucas universidades nacionais oferecem cursos em História da Arte.

– O que gostaste mais e menos neste primeiro ano na Universidade?

No primeiro ano na Universidade, gostei da dinâmica de trabalho nas unidades curriculares, bem como a forma que os conteúdos foram apresentados.

– Uma experiência para recordar?

Uma experiência para recordar na Universidade, e particularmente no meu curso, são as aulas de campo que proporcionam a aprendizagem no local onde a obra está exposta no caso de a aula ser num museu, ou a compreensão de uma arquitetura no local, se nos deslocarmos a uma arquitetura que pretendemos estudar.

– Uma ideia para melhorar a U.Porto?

A Universidade do Porto poderia tentar fornecer mais aulas de campo aos alunos, de maneira a que a aprendizagem de um objeto próximo, por exemplo um objeto de estudo nacional, possa ser complementada com a observação do objeto.

– Um desejo para a Universidade do Porto, no seu aniversário?

Desejo que a Universidade do Porto continue a ter a qualidade que tem neste momento, não só no ensino universitário, mas também nos vários centros de investigação.

– Qual a importância do Prémio Incentivo para o teu futuro?

O Prémio Incentivo vai-me ajudar a continuar os meus estudos na Universidade do Porto.