Portugal na Grande Guerra revisitado em exposição na U.Porto

Exposição reúne imagens inéditas que retratam a fase final da presença militar portuguesa em França. (Foto: DR)

A Galeria dos Leões, no edifício da Reitoria da Universidade do Porto, acolhe de 2 a 10 de março a exposição “O Regimento de Infantaria 23 na Flandres e a Chama da Pátria”.

Esta exposição constitui um recorte de imagens inéditas da autoria do 2.º sargento Abraão Coelho, fotógrafo do Regimento de Infantaria Vinte e Três, correspondendo à fase final da presença militar portuguesa em França, durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918). Imagens que retratam o percurso desta Unidade de Infantaria do Corpo Expedicionário Português (CEP), que integrou os principais memorialistas portugueses da Grande Guerra, nomeadamente o capitão André Brun, o capitão-médico Jaime Cortesão, o capitão Augusto Casimiro e o capitão Américo Olavo.

A exposição vai ser inaugurada às 17h30 do dia 2 de março. Após este momento inaugural, “O Regimento de Infantaria 23 na Flandres e a Chama da Pátria” estará patente ao público até ao dia 10 de março, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, de segunda-feira a sábado.

A entrada é livre.

Mais informações aqui.

  • Luiz Melo

    Parabéns pela iniciativa, no entanto faltou um pequeno pormenor que se tornou numa grande falha.
    As fotografias expostas são propriedade do Núcleo de Coimbra da Liga dos Combatentes…sim, essa imagens inéditas que têm sido alvo de tentativa de “usurpação” por parte de pseudo-investigadores, têm um legitimo proprietário – o Núcleo de Coimbra da Liga dos Combatentes – que tem sido esquecido nestas questões.
    Obrigado