U.Porto recorda o poder da Palavra em Óscar Lopes

Autor de uma vasta obra como historiador da literatura, crítico e ensaísta literário, Óscar Lopes dirigiu os destinos da FLUP entre 1974 e 1976. (Foto: DR)

(notícia atualizada às 20h30 do dia 1 de outbro de 2018)

Vários  ensaístas, escritores e professores universitários na área da literatura vão juntar-se próximo dia 2 de outubro, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), para protagonizar uma jornada de reflexão sobre “Óscar Lopes: o Poder Seminal da Palavra”, integrada no programa de comemorações da Figura Eminente da Universidade do Porto 2018.

No dia em que se cumpriria o 101.º aniversário do histórico professor e diretor da FLUP, esta jornada servirá para celebrar a atividade de Óscar Lopes como historiador da literatura, crítico e ensaísta literário. Para o efeito, “será evocada por ensaístas e professores de várias Universidades que o conheceram de perto, a ele e/ou à sua obra, a vastíssima contribuição por ele dada naqueles campos e na formação de amplos públicos e de novos investigadores no campo literário”, explicam Fátima Oliveira Isabel Pires de Lima, docentes da FLUP e comissárias da iniciativa.

O painel de oradores do evento inclui os investigadores Abel Barros Baptista (NOVA), Ana Paula Coutinho (FLUP), António Pedro Pita (U.Coimbra), Jorge Lopes, José Carlos Seabra Pereira (U.Coimbra), e Rosa Maria Martelo (FLUP) (ver programa completo). Ao contrário do que estava inicialmente previsto, o ensaísta e filósofo Eduardo Lourenço não poderá marcar presença, por motivos de saúde.

A sessão tem início às 10h00, na Sala de Reuniões da FLUP, e prolongar-se-á até final da tarde. A entrada é livre.

Com esta sessão, a U.Porto dá então seguimento ao programa de iniciativas que, desde o passado mês de abril, têm vindo a celebrar o legado de Óscar Lopes um pouco por toda a cidade. Iniciada a 4 de abril com a abertura de uma exposição evocativa no edifício da Reitoria, a homenagem à Figura Eminente da Universidade do Porto 2018  encerra a a 22 de novembro, pelas 18h00, novamente na Reitoria da U.Porto, com uma conferência a duas vozes sobre “Óscar Lopes: Música e Literatura”. A protagonizá-la estarão o musicólogo Mário Vieira de Carvalho e o maestro José Luís Borges Coelho, Doutor Honoris Causa da U.Porto e fundador do Coral de Letras da Universidade do Porto, que atuará no final da sessão.

Sobre Óscar Lopes

Professor Catedrático e Diretor da Faculdade de Letras, Vice-reitor da Universidade do Porto, linguista, crítico e historiador literário, autor de vasta obra ensaística, Óscar Lopes (1917- 2013) foi um intelectual marcante e um cidadão interventivo da segunda metade do século XX, que constitui um nome de referência da FLUP, onde fundou também o Centro de Linguística (CLUP). Entre as distinções que acumulou ao longo da vida incluem-se o prémio Rodrigues Sampaio da Associação dos Jornalistas e Homens de Letras do Porto e o prémio Jacinto do Prado Coelho(1985). Em 1989 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública, e, em 2006, com a Ordem da Liberdade.