U.Porto e a cidade unidas nas boas vindas aos novos estudantes

Sessão de Receção aos Novos Estudantes da U.Porto 2015/2016

Cada estudante recebeu o seu Kit de Boas Vindas à Universidade do Porto. (Foto: Egídio Santos / U.Porto)

Foi uma festa inédita que, durante uma tarde, deu a conhecer os novos talentos da Universidade do Porto à cidade e ao país. Assim se pode resumir a Sessão de Receção aos Novos Estudantes da U.Porto 2015/2016, o evento que, no passado dia 10 de setembro, reuniu na Praça Gomes Teixeira e zona envolvente boa parte dos 4130 estudantes que garantiram um lugar nas licenciaturas e mestrados integrados da U.Porto no novo ano letivo.

Logo ao início da tarde, eram já muitos os estudantes, boa parte  dos quais acompanhados por familiares, que começaram a chegar às bancas localizadas na Praça Parada Leitão. Aí, tiveram oportunidade de levantar o Kit de Boas Vindas preparado pela Universidade, no qual se destacava a capa e a t-shirt da U.Porto, e uma pulseira que, durante dois dias, garantiu o acesso gratuito a 15 espaços emblemáticos da Invicta.

Na hora de dar as boas vindas aos novos estudantes, o Reitor da Universidade do Porto  subiu ao palco montado em frente à Reitoria para lembrar que “pelo oitavo ano consecutivo, a nossa Universidade registou as notas de entrada mais elevadas do concurso nacional de acesso ao ensino superior”. Por isso mesmo “os estudantes têm a responsabilidade de aproveitar bem a passagem pela Universidade, revelando um desempenho académico que não só os enriqueça individualmente como engrandeça a instituição que representam”, desafiou Sebastião Feyo de Azevedo.

Sessão de Receção aos Novos Estudantes da U.Porto 2015/2016

Os novos estudantes não faltaram à chamada e encheram a área envolvente à Reitoria da U.Porto. (Foto: U.Porto)

Apelando a uma integração “sem excessos ou abusos”, o Reitor garantiu que “a U.Porto não deixará de disponibilizar os meios e as condições necessários ao bom desempenho académico” dos seus estudantes, nomeadamente “um ensino de qualidade, investigação de excelência, acompanhamento social, oportunidades de mobilidade internacional, sinergias com as empresas, atividades de inovação e apoios ao empreendedorismo”.

Sem esquecer os estudantes estrangeiros, a quem desejou ” a melhor experiência possível na Universidade”, Feyo de Azevedo deixou ainda uma palavra de agradecimento às várias instituições da cidade que se associaram à U.Porto nesta iniciativa. “A Universidade preza bastante a colaboração com as instituições da cidade e está naturalmente disponível para retribuir o apoio que agora lhe foi concedido. As nossas portas estarão sempre abertas às instituições da cidade”, disse.

A ligação entre a Universidade e a cidade foi também o “prato forte” da intervenção que Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto, dirigiu aos novos habitantes da cidade. “Não há cor e esperança como aquela que a geração Erasmus nos traz. Venha ela da Escandinávia ou de Bragança. Todos aqueles que entram no Porto e dele se usam para estudar, para empreender mas, sobretudo, para viver uma vida preenchida, confortável e interessante, são o Porto do futuro. O Porto europeu, o Porto sem trincheiras, que chama portuense a quem quer ser e se sente portuense”, frisou o autarca.

Sessão de Receção aos Novos Estudantes da U.Porto 2015/2016A sessão terminou com um concerto dos portuenses Best Youth que, a jogar em casa, apresentaram o seu novo álbum, “Highway Moon”. Seguiu-se a debandada dos estudantes que, até final do dia, e devidamente equipados “à U.Porto”, tiveram ainda a oportunidade de realizar visitas guiadas à Torre dos Clérigos, conhecer os espaços do Centro Português de Fotografia ao som dos Flyers Desportus, visitar  o Museu Nacional Soares dos Reis ou a Casa da Música, entre outras atividades integradas num roteiro pensado para dar a conhecer o melhor que a cidade tem para mostrar.

O dia terminou com um concerto da Orquestra Clássica da Faculdade de Engenharia da U.Porto no Teatro Rivoli, onde se destacaram as interpretações de peças de Mozart, Sibelius, Bizet, F. Lehar e Tchaikovski.

Recorde alguns dos momentos da sessão nesta fotogaleria e neste vídeo.