U.Porto domina convocatória para o Mundial Universitário de Karaté

karate noticiaA Universidade do Porto é a instituição de ensino superior portuguesa com mais estudantes-atletas – cinco – na lista de convocados para as seleções universitárias (masculina e feminina) que vão representar Portugal no Campeonato do Mundo Universitário de Karaté 2016, a decorrer em Braga, de 10 a 13 de agosto.

Inês Rodrigues, Flávio Cunha, Gonçalo Pinto, Joaquim Mendes e Luís Silva são os nome que vão levar a U.Porto, atual tetracampeã nacional universitária da modalidade, à principal competição internacional do karaté universitário, que se realiza nas vertentes Kata e Kumite. A delegação portuguesa integra um total de 17 atletas – nove na equipa masculina e oito na feminina – e inicia o estágio de preparação no dia 7 de agosto, no Complexo Desportivo de Gualtar da Universidade do Minho, em Braga.

Equipa de Karaté da U.Porto vence troféu coletivo.

A Universidade do Porto é tetracampeã nacional universitária de Karaté. (Foto: CDU-UP).

Esta é a primeira participação de Portugal no Campeonato Mundial Universitário de Karaté e também a primeira vez que o país recebe um evento desta modalidade a nível universitário. Para o selecionador nacional, Joaquim Gonçalves, o “fator casa” pode ser importante para combater a inexperiência numa competição “onde a preparação psicológica pode ser determinante”.

Confiante numa boa participação, Daniel Monteiro, presidente da Federação Portuguesa do Desporto Universitário (FADU), assume como objetivo “estarmos presentes nas decisões mais avançadas da competição, nas diversas categorias”. A outra luta cumpre-se fora dos tatamis. “[O Karaté] é uma modalidade que está em crescimento a nível internacional – fala-se na possibilidade de vir a ser uma modalidade olímpica -, pelo que é uma oportunidade para Portugal, pela via universitária, mostrar a competência organizativa e a qualidade do Karaté português”, aponta o responsável.

Para além dos estudantes da U.Porto, integram ainda a delegação portuguesa Ana Madureira (Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro), Patrícia Cardoso (Escola Superior de Enfermagem do Porto), Rita Morgado (Instituto Politécnico de Lisboa), Filipa Fernandes (Instituto Politécnico do Porto), Leandro Salvador (Instituto Universitário de Lisboa), Jorge Castro (Universidade de Aveiro), Vasco Agostinho (Universidade da Beira Interior), Ana Cruz, Jéssica Marques e Miguel Diz (Universidade de Lisboa), Ana Simão e Rodrigo Pina (Universidade Nova de Lisboa),