Tom Stanley em exposição na Casa-Museu Abel Salazar

cmas_drawings across the seaDrawings across the sea é o título da exposição de desenhos do norte-americano Tom Stanley, que vai estar patente de 17 de junho a 17 de setembro, na Casa-Museu Abel Salazar (CMAS).

Tom Stanley é um artista norte-americano e diretor do Departamento de Belas-Artes da Universidade de Winthrop, na Carolina do Sul. Foi também diretor das galerias universitárias de Winthrop entre 1990 e 2010 e curador de diversos projetos de arte com ênfase na responsabilidade social, que interligam as comunidades locais, artistas autodidatas e arte denominada erudita.

Como autor, começou a explorar as artes visuais nos anos 60, com pinturas onde integrou símbolos musicais. O seu trabalho advém da exploração da memória pessoal, do seu interesse por arte folk contemporânea, por arte bruta e por desenhos de peças mecânicas. Integra a improvisação, a resposta automática, a colagem e a assemblagem visual nas suas pinturas e desenhos, onde recorrentemente se vislumbram formas de pendor gestual que interagem com formas geométricas.

Participou em diversas exposições individuais e coletivas e desenvolveu diversos projetos de arte pública para várias instituições norte-americanas, onde se encontra representado.

Esta exposição é parte integrante de uma parceria entre a Universidade do Porto e a Universidade de Winthrop, que prevê também o estudo da correspondência que Abel Salazar manteve com diversas universidades e institutos de ciência norte-americanos.

Drawings across the sea tem inauguração marcada para as 21h30 do dia 17 de junho, sexta-feira. A exposição ficará depois patente ao público até 17 de setembro.

A entrada é livre.