Projeto FEUP no “Top 10” dos E-Learning Excellence Awards 2015

as2_300_200A questão da integração dos estudantes no Ensino Superior tem vindo a ganhar importância nos últimos anos, sobretudo devido ao aumento do abandono escolar e das dificuldades resultantes da conjuntura económica que assolou as nossas sociedades. Atenta a este fenómeno e à semelhança do que acontece com outras instituições estrangeiras, a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) criou em 2005/2006 uma Unidade Curricular que valoriza a componente das soft skills dos estudantes que todos os anos ingressam nos cursos de engenharia da U.Porto.

Denominada “Projeto FEUP”, esta Unidade Curricular consiste numa série de atividades que têm por objetivo promover a integração, divulgar os serviços existentes na faculdade, facilitar as aprendizagens e fornecer ferramentas não técnicas e transversais a todas as engenharias mas que se revestem de uma importância grande para o início do ciclo de estudos na FEUP.

O projeto tem vindo a ser noticiado e distinguido, não só a nível da U.Porto (com o Prémio de Excelência Pedagógica 2015) mas também, e mais recentemente, a nível internacional. Em novembro de 2015, um caso de estudo relacionado com o Projeto FEUP ficou entre os 10 melhores nos “E-Learning Excellence Awards 2015”. Além de Armando Sousa e Manuel Firmino, professores da FEUP, o trabalho apresentado envolveu também o docente convidado Luciano Moreira e ainda Cristina Lopes e Teresa Ramos, do Serviço de Documentação e Informação (SDI) da FEUP.

“Houve cerca de 60 candidaturas iniciais e foram aceites cerca de 50 artigos (casos de estudo) completos. Apenas como exemplo, um dos lugares do “pódium” tem a ver com um projeto que pretende ensinar matemática a crianças do Sudão, que não sabem ler ou escrever, por intermédio de jogos para tablet, sem aulas clássicas”, esclarece Armando Sousa, um dos coordenadores do Projeto FEUP. Ter ficado colocado nos 10 projetos finalistas “continua a provar qualidade e reconhecimento internacional”, acrescenta o professor da Faculdade de Engenharia.

Recorde-se que o Projeto FEUP recebe todos os anos cerca de 1000 estudantes, num esforço de arranque de ano letivo que envolve 50 monitores, 50 supervisores, 10 formadores e 9 coordenadores dos cursos. A estratégia pedagógica tem vindo a ajustar-se em função das dificuldades encontradas mas também a aperfeiçoar-se pois constitui-se como uma experiência desafiante para todos os envolvidos.