Investigadora do CINTESIS integra livro internacional sobre Saúde Mental

Lia Fernandes foi convidada a redigir um capítulo sobre a importância dos cuidadores. (Foto: DR)

Lia Fernandes, investigadora do CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, Unidade de I&D da Universidade do Porto, professora da Faculdade de Medicina da U.Porto (FMUP), é a única especialista portuguesa a integrar a obra “Global Mental Health – Prevention and Promotion”, da reputada editora científica Springer.

A investigadora de Psiquiatria e Saúde Mental do CINTESIS é a autora de um capítulo intitulado “Mental Health and Carers”, no qual lembra que o número de idosos já atinge os 900 milhões (12% da população mundial), sendo que se estima que venha a chegar aos 2 mil milhões (22% da população mundial) em 2050, de acordo com previsões da Organização Mundial de Saúde (OMS).

O aumento da população idosa vai ter um impacto importante nas sociedades, sendo fundamental reconhecer o papel desempenhado pelos cuidadores dos idosos, sejam eles familiares ou profissionais de saúde. Neste âmbito, Lia Fernandes propõe que sejam adotadas “novas políticas assentes em intervenções sociais e de saúde efetivas para promover a saúde mental na população idosa, nos seus cuidadores e nos seus familiares”.

Livro é editado pela Springer

No final do capítulo, a autora sumaria um grupo de estratégias e intervenções que já provaram ser eficientes, tais como terapia familiar, programas psicoeducativos para gestão do stress e alteração de comportamentos, treino com os pacientes para aumentar as suas competências, entre outras. A psiquiatra insta ainda à adoção de intervenções preventivas centradas no indivíduo, sendo que “o diagnóstico precoce e as intervenções personalizadas serão bem mais custo-efetivas do que a solução habitual – a institucionalização”. Defende ainda que esta opção é “adversa e dispendiosa para os idosos, para as famílias, para os cuidadores e para a comunidade”.

Esta edição foi organizada pela especialista suíça Sabine Bährer-Kohler (professora da Universidade Internacional da Catalunha, Espanha, e colaboradora da OMS) e pelo neurologista Francisco Javier Carod-Artal (do Raigmore Hospital, NHS Highland, Reino Unido).

Lia Fernandes é investigadora integrada do grupo de investigação AgeingC – Aging & Neurosciences Research, do CINTESIS. É médica psiquiatra, com Competência em Geriatria pela Ordem dos Médicos, assistente graduada sénior de Psiquiatria no Centro Hospitalar de São João e terapeuta familiar. É também professora associada com agregação na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, onde é regente da cadeira de Psiquiatria e Saúde Mental – Prática Clínica. Além disso, é responsável pela área da Saúde Mental do Programa Doutoral de Gerontologia e Geriatria da Universidade do Porto/Universidade de Aveiro.