ICBAS ajuda a construir um Porto mais amigo dos idosos

idososO Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) da Universidade do Porto, a Câmara Municipal do Porto (CMP) e o Instituto Politécnico do Porto vão organizar, a partir do próximo dia 18 de fevereiro, um conjunto de workshops temáticos abertos a toda a população e que visam lançar as bases para a construção de uma cidade mais amiga das pessoas idosas.

Inserida no âmbito da Rede Mundial de Cidades Amigas das Pessoas Idosas (RMCAPI), a que o Porto aderiu em 2010, esta iniciativa vai aprofundar o trabalho que tem vindo a ser realizado pelo Município no âmbito do Projeto “Porto Cidade Amiga das Pessoas Idosas”. Para o efeito, cidadãos e atores institucionais são convidados a juntar-se para refletir sobre temas específicos que abordem o envelhecimento ativo e a realização de atividades intergeracionais, de modo a criar uma cidade solidária, ativa, coesa e assente numa via de desenvolvimento sustentável.

O primeiro workshop terá como tema o “Porto, Cidade amiga das pessoas idosas – Espaços Exteriores, Edifícios e Habitação”.  Seguem-se cinco sessões sobre “Respeito e Inclusão Social” (3 de março), “Participação Social, Participação Cívica e Emprego” (17 de março), “Comunicação e Informação” (31 de março), “Suporte Comunitário e Serviços de Saúde” (14 de abril) e “Transportes” (28 de abril).

Os workshops decorrem entre as 14h30 e as 16h30, no edifício dos Paços do Concelho.

A participação é gratuita, mas requer inscrição prévia para o e-mail dmds@cm-porto.pt ou através do telefone 22 589 92 60.

Sobre a RMCAPI

A Rede Mundial de Cidades Amigas das Pessoas Idosas é uma iniciativa da Organização Mundial de Saúde (OMS) e visa responder ao rápido envelhecimento das populações e criar ambientes urbanos que permitam às pessoas idosas uma maior participação cívica na sociedade.O ICBAS tem participado ativamente nesta iniciativa e será representado pela por Constança Paul, docente do Departamento de Ciências de Comportamento do Instituto.