Estudante da U.Porto termina estágio Erasmus com nota 20

Catarina Dias é finalista do Mestrado Integrado em Bioengenharia na FEUP, no ramo de Engenharia Biomédic. (Foto: DR)

Catarina Fonseca Dias, estudante finalista do Mestrado Integrado em Bioengenharia da Universidade do Porto (da iniciativa conjunta da Faculdade de Engenharia e do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar), participou recentemente num estágio na Universidade de Barcelona ao abrigo do programa de mobilidade ‘Erasmus+ Estágios’. Nada de “novo”, se não tivesse obtido a classificação mais alta possível: 20 em 20 valores.

Foi no 2.º semestre do ano letivo 2017/2018 que a jovem natural de Famalicão estagiou no grupo de investigação ‘Computer Vision of University of Barcelona’ (CVUB) da Universidade de Barcelona. Durante este período, teve a oportunidade de se “juntar  a investigadores de visão por computador e Machine Learning, aprender e implementar técnicas de inteligência artificial, incluindo deep learning“, envolvendo-se ainda no “desenvolvimento de algoritmos para diferentes abordagens, incluindo redes RNN, LSTM and CNN”.

Deste estágio resultou o desenvolvimento de um paper – intitulado “Learning event representations by encoding the temporal context” – orientado e coescrito por Catarina Dias e pela docente da Universidade de Barcelona Mariella Dimiccoli.

O trabalho foi submetido e aceite pela iniciativa internacional ‘European Conference on Computer Vision 2018’ (ECCV 2018) e foi também apresentado, no passado dia 8 de setembro, em Munique, no conceituado evento ‘Brain-Driven Computer Vision Workshop’ (BDCV), em representação da U.Porto.

A atribuição de uma classificação de inequívoca excelência é para a Universidade do Porto um motivo de grande orgulho e mais uma prova do valor dos seus estudantes.