Arquitetura de Nuno Brandão Costa apresentada em livro na FAUP

Nuno Brandão Costa é docente da FAUP e Investigador do CEAU-FAUP. (Foto: DR)

Depois da estreia internacional na Bienal de Arquitetura de Chicago, em novembro passado, o livro ‘POROSIS/ The Architecture of Nuno Brandão Costa’ vai ser apresentado pela primeira vez em Portugal, na Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (FAUP), esta terça-feira, 9 de janeiro, no Auditório Fernando Távora.

POROSIS é uma edição da Monade e propõe uma leitura sobre a singularidade do trabalho de Nuno Brandão Costa, docente da FAUP e investigador do CEAU-FAUP, cuja obra arquitetónica se caracteriza pela atenção muito particular à plasticidade dos elementos primários da construção. “Através de novos materiais e técnicas, a sua obra parece atingir a clareza da arquitectura tradicional portuguesa. Ao longo de alguns meses, André Cepeda fotografou um conjunto extenso de obras de Nuno Brandão Costa, de entre as mais antigas às em construção. Não sendo uma viagem estritamente documental, este livro é um testemunho da arquitectura portuguesa contemporânea, através da surpreendente obra deste arquitecto. As imagens, de um dos mais reconhecidos fotógrafos portugueses, desafiam os próprios limites de uma monografia de arquitetura”, refere a editora.

O livro conta com imagens de André Cepeda de um conjunto extenso de obras do arquiteto portuense. (Foto: André Cepeda).

Com início marcado para as 18h30, a apresentação do livro vai estar a cargo de Alexandre Alves Costa e será seguida de uma conversa com Nuno Brandão Costa, André Cepeda e José Miguel Rodrigues, autor da introdução da obra. A entrada é livre, sujeita à lotação da sala.

A caminho de Veneza

O lançamento do livro sobre o trabalho de Nuno Brandão Costa surge pouco tempo depois de o docente da FAUP ter sido selecionado pela Direção-Geral das Artes (DGArtes), juntamente com o curador Sérgio Mah, Docente Convidado da edição 2014/2015 do Curso de Estudos Avançados em Projecto de Arquitectura da FAUP, para comissariar a representação oficial portuguesa na 16.ª Exposição Internacional de Arquitetura La Biennale di Venezia.

A Bienal de Arquitetura de Veneza vai decorrer de 26 de ,aio a 25 de novembro de 2018 e tem como comissárias-gerais as arquitetas irlandesas Yvonne Farrel e Shelley McNamara, do gabinete de arquitetura Grafton Architects. Para esta edição, a Bienal terá como tema geral ‘Freespace’ (espaço livre).

Mais informações em www.fa.up.pt