Prémios Incentivo’18: João Guedes

“À partida a Universidade já estaria escolhida. O que se tornaria mais importante seria a escolha do curso mais adequado aos meus interesses “, resume João Guedes, sobre os motivos que, em 2016, o levaram a pôr a a Universidade do Porto como primeira opção no hora de concorrer ao ensino superior.  A escolha recairia sobre o Mestrado em Ciências Farmacêuticas da Faculdade de Farmácia (FFUP), onde tem tido a possibilidade de experimentar  “toda a atmosfera fervilhante de ideias e desafios” da U.Porto. Com uma média final de 16,941 valores no final do primeiro ano do curso, cabe-lhe representar a FFUP nos vencedores do Prémio Incentivo 2018 , distinção que João considera o “culminar de um primeiro ano muito desafiante” e que distingue também “todo o apoio da família, professores e amigos”.

– O que te levou a escolher a U.Porto?

Sempre senti que a Universidade do Porto seria o local certo para prosseguir os meus estudos: tanto pela qualidade do seu ensino, como pela proximidade geográfica e conveniência. Assim, e como à partida a Universidade já estaria escolhida, o que se tornaria mais importante seria a escolha do curso mais adequado aos meus interesses e ao futuro profissional que idealizo.

– O que gostaste mais e menos neste primeiro ano na Universidade?

Ao longo deste ano, tive o privilégio de experienciar diversas atividades e projetos inerentes à Universidade e a toda a sua atmosfera fervilhante de ideias e desafios. Não sinto que tenha havido propriamente um aspeto mais negativo. Claro que, ao longo deste ano, a adaptação a esta nova realidade foi um processo exigente, mas ao mesmo tempo muito enriquecedor, tanto a nível pessoal como académico.

– Uma ideia para melhorar a U.Porto?

Acho que deveria haver uma maior intercolaboração entre as diferentes faculdades. Já que iremos trabalhar em equipas multidisciplinares no nosso futuro emprego, porque não começar a fazê-lo na Universidade? Penso que a formação dos estudantes da U.Porto teria muito a ganhar se procurasse envolver mais estudantes de cursos diferentes em projetos comuns.

– Um desejo para a Universidade do Porto, no seu aniversário?

Que a Universidade do Porto celebre mais 107 anos de vida e que continue a reinventar-se e a ousar em inovar, sem nunca deixar de preservar a sua história e tradição.

– Qual a importância do Prémio Incentivo para o teu futuro?

Acredito que este prémio representa o culminar de um primeiro ano muito desafiante e distinto do secundário. Acredito que este prémio distingue não só o meu esforço e dedicação, como também todo o apoio da família, professores e amigos ao longo deste ano.