Mostra abre a U.Porto às famílias ao longo do fim-de-semana

Depois de dois dias maioritariamente dedicados as alunos do ensino básico e do secundário, a 17.ª Mostra da Universidade do Porto prepara-se agora para receber todas as famílias e outros visitantes que, durante este fim-de-semana, acorram ao Largo Amor de Perdição, junto ao Jardim da Cordoaria.

Mas antes de entrar nas propostas para sábado e domingo, importa celebrar aquela que é já uma edição histórica de um dos maiores eventos do calendário da U.Porto. Afinal, é a primeira vez que a Mostra sai à rua para se instalar no coração da cidade do Porto, num recinto com cerca de 2 mil metros quadrados.

Apresentando-se com a ambição de ser uma das maiores edições de sempre do evento, a Mostra deste ano oferece cerca de 100 atividades relacionadas com as diferentes áreas do saber lecionadas na Universidade. Tudo isto em resultado de um esforço coletivo que mobiliza centenas de professores, estudantes, investigadores e funcionários das diferentes faculdades, centros de investigação e serviços da instituição.

A verdade é que, concluídos os dois primeiros dias da Mostra 2019, os números falam por si. Só na quinta e sexta-feira, passaram pela tenda gigante mais de 11 mil pessoas, das quais 9 mil foram estudantes de cerca de 100 escolas, oriundos, em grande parte, da zona Norte e Centro do país. Paralelamente, têm decorrido no Salão Nobre da Reitoria da U.Porto sessões de esclarecimento sobre o acesso a Ensino Superior, quase sempre com lotação esgotada.

Todos à Mostra!

Casa cheia é também o que se espera de um fim-de-semana onde não faltam motivos para passar pela Mostra. Um deles é o 3Pi Gaming, na banca da Engenharia Eletrotécnica e de Computadores da Faculdade de Engenharia (FEUP), onde os estudantes Sérgio Teixeira e Ana Cruz não têm mãos a medir para responder a todos os que querem experimentar um “conjunto de três jogos de realidade mista que misturam realidade aumentada com realidade virtual”. Nele, o plano real dos robôs cruza-se com o plano virtual de um mapa projetado no chão, e o facto de os participantes poderem jogar com comandos idênticos aos de um videojogo tem ajudado a atrair público.

Mais à frente, Nicole Fernandes e Mariana Luz, na banca de Medicina Veterinária do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), dão a conhecer a Vaca Mimosa, um simpático modelo de bovino no qual os participantes são convidados a simular uma “palpação transretal” para sentir “o útero e o ovário”, tal como no animal real. Noutra zona do recinto, José Neves, estudante de Ciências e Tecnologias do Ambiente, da Faculdade de Ciências (FCUP), revela múltiplos modos de reaproveitamento de resíduos – cápsulas de café, por exemplo – e explica, de modo sucinto mas eficaz, o funcionamento de uma estação de tratamento de águas residuais.

Mas muito mais há para descobrir. A Mostra oferece aulas de desenho, pintura ou modelação em barro, breves consultas de medicina dentária, medições de pressão arterial e peso ou testes aos conhecimentos de Línguas e Ciências Sociais dos visitantes.

Para além de toda a oferta permanente, a programação da Mostra inclui ainda uma série de eventos pontuais, como uma simulação de uma escavação arqueológica, uma atuação do Coral da Faculdade de Engenharia (FEP), Esgrima medieval, as conferências “A água e os rios no futuro” e “Mitos em Anestesia”, uma coreografia de estudantes de Exercício e Saúde da Faculdade de Desporto (FADEUP), assim como atuações de diversas tunas académicas. O programa completo do fim-de-semana pode ser consultado no site da Mostra.

Um dos momentos que poderá mais interessar tanto a jovens como às suas famílias, poderá ser a sessão especial que vai decorrer este domingo, pelas 15 horas, na qual elementos dos serviços académicos (FOA) e sociais (SASUP) da U.Porto vão prestar esclarecimentos relativamente a mecanismos de acesso a bolsas e infraestruturas de apoio oferecidas pela instituição. Esta sessão terá a duração de uma hora, terá a lotação máxima de 250 pessoas e é de inscrição prévia, disponível aqui.

A Mostra da U.Porto tem entrada livre e vai estar de portas abertas das 11h00 às 20h00 no sábado, e das 11h00 às 19h00 no domingo.