Investigadora da U.Porto promove gestão eficiente da água junto dos jovens

O Water Circle tem como missão promover a participação cívica dos mais jovens nos assuntos ligados à preservação da água. (Foto: Alunos do Curso Profissional Técnico de Multimédia da ESDJGFA)

A Escola Secundária Dr. Joaquim Gomes Ferreira Alves, em Valadares, acolheu no passado dia 2 de maio a 3.ª edição do fórum InvestigAmbiental, uma iniciativa integrada no projeto ‘Water Circle’ – coordenado por Rita Ruivo Marques, investigadora das faculdades de Engenharia (FEUP) e de Psicologia e Ciências da Educação (FPCEUP) da Universidade do Porto-, que pretende ajudar a mudar os comportamentos da sociedade portuguesa face à poluição das águas.

O Water Circle pretende aproximar os jovens dos processos de tomada de decisão promovendo a sua participação cívica nos assuntos da preservação da água de forma informada, com base em estudos desenvolvidos pela comunidade científica.

Segundo Rita Ruivo Marques, “a transferência de conhecimento científico é fundamental numa sociedade em que o consumo de informação é elevado, já que muita dessa informação consumida não é, muitas das vezes, proveniente de fontes confiáveis e, por esse motivo, é crucial aproximar ciência e sociedade contribuindo para o desenvolvimento de comunidades participativas e ‘bem’ informadas”.

A investigadora do Laboratório de Processos de Separação e Reação – Laboratório de Catálise e Materiais (LSRE-LCM) do Departamento de Engenharia Química (DEQ) da FEUP e do Centro de Investigação e Intervenção Educativas (CIIE) da FPCEUP defenda ainda que, com esta aproximação, “também os investigadores ganham uma maior capacidade de intervir na mudança e resolução de problemas sinalizados, nomeadamente através de uma mediação concretizada num projeto educativo que discute tópicos científicos com a comunidade”.

O fórum InvestigAmbiental representa o culminar de várias atividades desenvolvidas pelos alunos participantes no projeto Water Circle ao longo do ano. Recorrendo a ferramentas online, estes alunos pesquisam, partilham e discutem informação sobre a responsabilidade dos vários atores envolvidos na gestão da água, nomeadamente a sociedade civil, a indústria e agricultura e também os órgãos de poder político. Como base de discussão, são também usados artigos científicos publicados no âmbito da monitorização e remediação de águas residuais, sobre os quais os alunos elaboram propostas de abordagem aos problemas identificados, as quais são então apresentadas e discutidas com um painel de especialistas de várias áreas no Fórum InvestigAmbiental.

O plano de atividades do projeto Water Circle incluiu ainda uma visita dos alunos ao Laboratório Associado LSRE-LCM no DEQ da FEUP, que decorreu no passado dia 30 de abril e que, como refere Rita Ruivo, constituiu “um momento chave do projeto, antecedendo a realização do fórum em cada ano, porque promove o diálogo entres alunos e investigadores sobre conteúdos que discutimos em sala de aula, aqui em contexto real de investigação, o que favorece um maior grau de apropriação e integração desses mesmos conteúdos pelos alunos”.

Na edição de 2019, estiveram presentes no fórum InvestigAmbiental mais de 170 participantes, na sua maioria estudantes, onde foram estabelecidos alguns compromissos. O mais significativo

António Nóvoa foi uma das personalidades presentes no InvestigAmbiental 2019 (foto: Alunos do Curso Profissional Técnico de Multimédia da ESDJGFA)

para os alunos foi estabelecido por António Nóvoa, convidado para este fórum na qualidade de atual Representante Permanente de Portugal na UNESCO, que se comprometeu a entregar uma carta dos alunos, com um pedido de esclarecimento e ação sobre a falta de regulamentação de alguns micropoluentes na União Europeia, à Diretora Geral da UNESCO, Audrey Azoulay.

O projeto WaterCircle integra a investigação de pós-doutoramento de Rita Ruivo Marques e conta com a orientação científica de Joaquim Faria, do Laboratório de Processos de Separação e Reacção – Laboratório de Catálise e Materiais da FEUP, e de Isabel Menezes, do Centro de Investigação e Intervenção Educativas da FPCEUP.