i3S promove Dia Aberto das Plataformas Científicas

As Plataformas Científicas do i3S vão «abrir as portas» à comunidade científica no próximo dia 2 de outubro com o objetivo de mostrarem todas as potencialidades que têm para oferecer. O i3S Scientific platforms Open Day, sublinha Frederico Silva, um dos organizadores do evento, «será uma ocasião para todos terem um contacto mais estreito com as nossas equipas e os nossos laboratórios, conhecerem os recursos disponíveis e esperamos que seja também uma oportunidade para se estabelecerem novas parcerias».

«Uma das principais mais-valias do i3S é agregar diversas Plataformas Científicas, equipadas com tecnologias de ponta e coordenadas por especialistas com extensa experiência acumulada. Estas Plataformas Científicas desempenham um papel crucial no dia-a-dia do trabalho conducente à investigação de excelência que se faz no Instituto», sublinha Marta Teixeira Pinto, outra das organizadoras do evento.

As Plataformas Científicas do i3S estão abertas a toda a comunidade, pelo que «constituem centros de amplificação de sinergias, de colaborações e de atividades de networking, quer com outras instituições académicas quer com empresas a atuar na área das ciências da vida, saúde e similares quer com serviços de saúde», acrescenta Marta Teixeira Pinto.

«Para além de providenciar serviços off the shelf», sublinha Frederico Silva, estas estruturas «disponibilizam soluções desenvolvidas à medida das necessidades dos grupos de investigação ou parceiros da indústria, capacidade esta que é a sua mais-valiae se encontra alicerçada na maioria dos casos em mais de 10 anos de experiência acumulada por estas estruturas».

Nas Plataformas do i3S, adianta Maria Lázaro, também da organização do Open Day, «encontram-se valências únicas no Pais que permitem abordagens desde a escala do átomo até à do organismo, permitindo assim a realização de estudos completos que possibilitam um conhecimento aprofundado e alargado dos processos em estudo nas áreas da Biologia Estrutural, Bioquímica, Biologia Celular, Imunologia, Oncobiologia, Neurociências, Medicina Regenerativa, Bioengenharia, Modelos Pré-clínicos e Análise de Imagem».

Em termos mais concretos, as Plataformas Cientificas do i3S integram variadíssimas tecnologias, desde a determinação da estrutura molecular com resolução atómica por difracção de raios X, passando pela genómica, proteómica, microscopia ótica avançada, microscopia eletrónica de transmissão e histologia, até à experimentação em diversos modelos animais como o rato, o ratinho ou o embrião de galinha.

As Plataformas Científicas dispõem ainda de tecnologias únicas no País, como a produção de todo o tipo de proteínas para R&D; técnicas de rastreio de alto rendimento utilizando a aquisição de imagens de microscopia que permitem responder ao desafio cada vez mais crescente de avaliar grande número de parâmetros de forma a definir, testar e validar novas estratégias terapêuticas; diferentes técnicas para o estudo das interacções entre macromoléculas mediante métodos biofísicos e de microscopia; e técnicas de imagem não invasivas aplicadas em estudos pré-clínicos que permitem a redução na utilização de animais de experimentação. Maria Lázaro faz questão de salientar que a oferta das Plataformas do i3S vai para além de um mero conjunto de ferramentas essenciais para a investigação: «No fundo, é uma combinação entre equipamentos/tecnologias de alta qualidade e pessoal qualificado para contribuir no planeamento de experiências, aquisição, análise e interpretação dos resultados que permite oferecer aos nossos parceiros análises e serviços integrados de alta qualidade e feitos à medida das necessidades de cada projeto».

Aliás, acrescenta, reflexo desta qualificação dos recursos humanos são a coordenação ou participação dos membros das Plataformas científicas em redes nacionais de referência, como a Plataforma Portuguesa de Biomagem (PPBI), a Rede Portuguesa de Espectrometria de Massa (RNEM) e o Serviço Nacional para a Sequenciação e Análise de Genomas (GenomePortugal), e internacionais como a NEUBIAS (Network of European Bioimage Analysts) e a ARBRE-MOBIEU (Association of Resources for Biophysical Research in Europe).

A atividade das Plataformas Cientificas do i3S abarca ainda o desenvolvimento e participação em vários cursos práticos de formação internacionalmente reconhecidos, entre os quais o curso de ciências de animais de laboratório, o único no Pais reconhecido internacionalmente pela organização FELASA (Federation for Laboratory Animal Science Associations) e o curso bienal de estudo de interacções moleculares organizado sob a chancela da EMBO (European Molecular Biology Organization).

Quanto ao programa deste Dia Aberto, durante a manhã (no auditório Mariano Gago) decorrerão sessões constituídas por breves apresentações e perguntas e respostas, e, durante a tarde, os participantes poderão visitar as Plataformas que mais os interessar, tendo a oportunidade de debater questões mais específicas com os respetivos coordenadores.

A participação no «i3S Scientific Platforms OPEN DAY – “Creating tailor-made solutions for you» é livre/gratuita mas sujeita a inscrição. Programa do evento pode ser consultado aqui.