Das 50 bolsas de estudo nas áreas de tecnologia e engenharia – no valor de 5 mil euros – entregues este ano ao abrigo do programa de bolsas para estudantes de ensino superior da Huawei, catorze foram atribuídas a estudantes de vários ciclos de estudo da Faculdade de Ciências (FCUP) e da Faculdade de Engenharia (FEUP) da Universidade do Porto.

O grupo de estudantes selecionados entre cerca de três mil candidaturas atravessa várias áreas do conhecimento, desde a informática e data science à engenharia ou à gestão industrial. Entre eles incluem-se Cláudia Ribeiro, Luís Blanquet, Mário Mesquita, Miguel Gomes, Paula Graça, Rita Peixoto, Rodrigo Sousa e Roberto Santos, da FEUP; Ruben Dhanaraju e Margarida Mendonça, da FCUP; e Sofia Pinto, Tiago Oliveira, Diogo Neves e Miguel Silva, da Licenciatura em Engenharia Informática, partilhada entre a FCUP e a FEUP. 

Desenvolvido no âmbito de um memorando de entendimento entre a Associação DNS.PT (.PT) e a Huawei Portugal, anunciado durante a edição deste ano da Web Summit, o programa Seeds for the Future 2.0 conta com um investimento anual na ordem dos 250 mil euros. A iniciativa conta com o apoio do INCoDe.2030, da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género e do Portugal Digital.

O valor das bolsas, que têm por base o mérito académico, é atribuído ao longo de um ano, pelo .PT, desde o segundo semestre do ano letivo de 2021/2022 ao primeiro semestre do ano letivo de 2022/2023. Para além do desempenho académico, a avaliação das candidaturas teve também em conta o percurso extracurricular dos estudantes.

Os melhores na sala de aula… e fora dela

Margarida Mendonça, estudante do Mestrado em Data Science da FCUP, foi uma das contempladas pelo programa da tecnológica chinesa. Para esta seleção contaram dois projetos extracurriculares em que está envolvida: “Tenho dois projetos que destaco: por um lado, a criação de um novo núcleo Refood no Bonfim, e por outro, o BEST Porto. Ambos são bastante importantes, mas o desafio da Refood é-me mais próximo”, conta. 

Margarida Mendonça tem-se dedicado a dois projetos extracurriculares, a Refood e o BEST Porto. (Foto: DR)

Paula Graça, estudante do Programa Doutoral em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores da FEUP, conquistou igualmente uma das bolsas da tecnológica. “Estou sempre pronta para novos desafios e, estando na fase inicial do doutoramento, o financiamento será útil no apoio às atividades de investigação e na participação em conferências e summer schools.”

Com um percurso académico na Faculdade de Engenharia já desde 2015 na mesma área, Paula Graça também é professora assistente convidada em cadeiras do Departamento de Engenharia Eletrotécnica e ainda investigadora no Centro de Robótica e Sistemas Autónomos (CRAS) do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC-TEC). 

“Estou muito feliz e orgulhosa por ser uma das vencedoras do programa levado a cabo pela Huawei porque vi os meus percursos profissional e pessoal serem reconhecidos. Este apoio vai ajudar-me a continuar a investir no meu futuro”, confessa. 

Paula Graça recebeu uma bolsa de estudo no valor de cinco mil euros da Huawei. (Foto: DR)

Já para Tiago Oliveira, estudante da Licenciatura em Engenharia Informática e Computação, da FEUP e da FCUP,  a bolsa da Huawei será uma oportunidade para poder investir na Easy Future, uma Associação que criou em 2020, fazendo-a chegar a  um patamar superior e contribuindo para a mudança em Portugal. O seu objetivo é também poder criar uma empresa informática focada na criação de websites, apps e segurança online. 

Tiago Oliveira criou a Easy Future em 2020 e pretende investir parte do valor da bolsa nesta Associação. (Foto: DR)

A cerimónia de atribuição das bolsas decorreu no passado dia 13 de abril, no âmbito da entrega de prémios do Programa de Bolsas Seeds for the Future 2.0.