Vai um speed dating com cientistas da Biologia do Desenvolvimento?

Iniciativa vai reunir mais de uma dezena de investigadores portugueses a trabalhar em Portugal e no estrangeiro. (Fotos: Egidio Santos/U.Porto)

Sabia que se pode combater a infertilidade através do estudo de insetos? E que se pode saber mais sobre a regeneração do coração humano estudando peixes? Estas e outras perguntas vão ser respondidas esta quarta-feira, 7 de novembro, a partir das 16h00, por cientistas portugueses de biologia do desenvolvimento do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto (i3S) e de outras instituições científicas nacionais e internacionais, naquele que será o momento inaugural da reunião conjunta das Sociedades Portuguesa, Espanhola e Francesa de Biologia do Desenvolvimento, a decorrer até dia 10 de novembro, na Biblioteca Almeida Garrett, no Porto.

Destinada a alunos, professores e demais interessados, esta iniciativa de aproximação à sociedade civil é organizada pela Sociedade Portuguesa de Biologia do Desenvolvimento (SPBD) e começará com uma conversa informal com a cientista Sofia Araújo, da Universidade de Barcelona. Seguem-se depois conversas pessoais e em simultâneo (speed dating) com mais de uma dezena de investigadores portugueses convidados.

Os participantes vão ficar saber o que fazem os investigadores em Biologia do Desenvolvimento.

Os cientistas são provenientes de várias instituições de renome internacional do Reino Unido, da Dinamarca e, os que trabalham em Portugal, exercem a função de investigadores em instituições como o i3S, a Universidade do Algarve, o Instituto Gulbenkian da Ciência e a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

A Biologia do Desenvolvimento é a ciência que estuda todos os processos envolvidos no desenvolvimento de um ser, desde a fertilização até ao nascimento. Desde uma célula – o ovo – que se divide para dar origem a muitos milhões de células que têm que se organizar, cooperar, competir, comunicar e por vezes morrer para formar um ser vivo complexo e saudável.

A reunião conjunta das Sociedades Portuguesa, Espanhola e Francesa de Biologia do Desenvolvimento decorre até 10 de dezembro e abordará áreas como Células estaminais/Regeneração/Organóides, Evo-Devo/Modelos Emergentes, Arquitetura Nuclear/Epigenética/Transcrição, Neurodesenvolvimento, Sinalização/Metabolismo e Morfogénese/Biomecânica/Biofísica.

Mais informações aqui.