Universidade Júnior bate todos os recordes de participação

Mais de 5400 juniores chegam este verão à U.Porto

Mais de 5400 juniores chegam este verão à U.Porto

Mais de 5.400 jovens, com idades entre os 11 e os 17 anos, chegam à Universidade do Porto este verão, preparados para descobrir os laboratórios e salas de aula da Universidade para a edição recorde do maior programa nacional de iniciação ao ambiente universitário, a Universidade Júnior.

Naquela que é a edição com maior número de participantes de sempre, a Universidade Júnior 2015 conta com mais de 160 atividades preparadas pelas várias faculdades e centros de investigação da U.Porto, a decorrer de 29 de junho a 24 de julho. Da lista de atividades fazem parte, por exemplo, experiências “mãos na massa” em laboratório, batismos de mergulho, viagens por trilhos da cidade do Porto com desafios matemáticos pelo meio ou a participação numa orquestra que utiliza objetos sonoros não convencionais.

Os juniores da U.Porto têm ainda a oportunidade de viver uma verdadeira experiência de alojamento num quartel (Escola Prática de Transmissões) para mais de 1000 jovens que não podem diariamente fazer as deslocações entre a sua casa e a U.Porto. A Universidade Júnior é também, cada vez mais, um programa internacional que recebe estudantes estrangeiros oriundos de mais de 15 países como a Bélgica, o Brasil, a Espanha, os Estados Unidos da América, a Holanda, a Itália ou Timor.

Esta é a 11.ª edição da Universidade Júnior que, desde 2005, já recebeu cerca mais de 45 mil estudantes oriundos de todo o país que aproveitaram esta iniciativa para conhecer a realidade do ensino superior.

Escolas: última oportunidade

A possibilidade de os estudantes do 11.º ano participarem nas Escolas da Universidade Júnior está praticamente a terminar. Proporcionar a primeira experiência académica no mundo da investigação científica a jovens de todo o país é o principal objetivo deste projeto da Universidade Júnior. Neste momento os estudantes já só se podem candidatar à Escola de Ciências da Vida e da Saúde (até 29 de  junho) e à Escola de Matemática (até 30 de junho).