U.Porto perto do pleno no Acesso ao Ensino Superior

A U.Porto voltou a ser a universidade mais procurada em primeira opção pelos candidatos ao Ensino Superior.

A Universidade do Porto continua a ser a universidade portuguesa mais procurada pelos candidatos ao Ensino Superior, tendo preenchido a quase totalidade das vagas disponibilizadas nas duas primeiras fases do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior, de acordo com os últimos dados revelados pelo Ministério da Educação e Ciência. Mais do que isso. Conhecidos que estão os resultados da 2ª fase, verifica-se que a U.Porto não só cresce em relação a 2012, como contraria a tendência de quebra que se verifica na maior parte das instituições de ensino superior nacionais.

Num ano marcado pela descida generalizada do número de estudantes colocados no Ensino Superior (42404 contra 43944 no ano passado), a U.Porto consegue colocar 4263 estudantes nos seus 53 cursos de licenciatura e mestrado integrado, estando entre as universidades com menor percentagem de vagas por ocupar (107, cerca de 2% das 4160 disponibilizadas na 1ª fase ), apesar de ser a instituição com o maior número de vagas abertas. Um estatuto reforçado na 2ª fase do concurso (às vagas iniciais ainda disponíveis acresceram as sobrantes dos concursos especiais), em que a Universidade supera mesmo as 4230 vagas preenchidas no ano passado.

A U.Porto lidera, de resto, todos os indicadores de desempenho nas duas fases do concurso nacional de acesso ao Ensino Superior Público Universitário. Confirmando por larga margem o estatuto de universidade preferida pelos estudantes, a instituição portuense é a mais procurada em primeira opção pelos candidatos ao Ensino Superior. No total, foram 6.894 estudantes do ensino secundário que colocaram a Universidade do Porto como primeira opção para entrar no ensino superior.

Quando comparada com o panorama nacional, a performance da Universidade ganha então relevo num quadro generalizado de quebra no número e percentagem de vagas preenchidas pelas instituições de Ensino Superior portuguesas. As mais aproximadas são as universidades de Lisboa (3761 colocados) e Técnica de Lisboa (3667), ainda que ambas registem descidas em relação ao ano passado.

De resto, a Universidade do Porto não lidera apenas em quantidade, mas também em qualidade, pertencendo-lhe quatro dos cinco com as mais altas notas de entrada no Ensino Superior em 2013/2014.  O mestrado integrado de Medicina da Faculdade de Medicina (FMUP) regista a nota mais alta de todo o país com 181 valores. Na segunda posição surge o curso de Medicina do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) com 180,7 valores. Na quarta posição, Arquitetura da Faculdade de Arquitetura da U.Porto com 179 valores e na quinta posição aparece Bioengenharia da Faculdade de Engenharia da U.Porto com 178 valores de nota de entrada.