Software HASLaB/INESC TEC previne erros em Excel

Aplicação portuguesa está a ser patenteada com vista a exploração comercial

Chama-se MDSHEET e promete eliminar os erros mais comuns na construção de folhas de cálculo no Excel. Tal como uma planta de um edifício, o software desenvolvido pelo Laboratório de Software Confiável (HASLab) do Laboratório Associado INESC TEC cria um modelo simplificado que guia a construção da folha de cálculo Excel. Sempre que são inseridos novos dados no Excel, o modelo do MDSHEET é automaticamente atualizado.

“No caso do estudo de Rogoff e Reinhart (2010), “Crescimento num tempo de dívida” (que deixou cinco países de fora), sempre que um novo país fosse inserido, as fórmulas no fundo da folha de cálculo seriam automaticamente atualizadas para incluírem esse novo país. O software não permitiria que nenhum país fosse deixado de fora”, explica João Saraiva, líder do projeto. Este tipo de erro, designado de “referências incorretas”, é prevenido na totalidade pelo MDSHEET.

Apesar de não prevenir todos os erros das folhas de cálculo Excel, o software MDSHEET é um dos mais avançados do mundo uma vez que está disponível, de forma integrada, num sistema de folhas de cálculo. Os sistemas de folhas de cálculo desempenham um papel fundamental na sociedade moderna: estudos recentes apontam, por exemplo, para o facto de 95% das empresas norte-americanas as utilizarem para fazer reporting financeiro. Contudo, estima-se que até 94% de folhas de cálculo utilizadas em situações reais contêm erros, os quais causam prejuízos na ordem dos 10 mil milhões de dólares todos os anos.

O MDSHEET aplica métodos rigorosos às folhas de cálculo para reduzir erros. A tecnologia nasceu do doutoramento de Jácome Cunha, investigador do HASLab, e foi concluída no âmbito do projeto ‘Folhas de Cálculo entendidas como Linguagens de Programação’, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia. Ainda não há versão comercial do MDSHEET, mas a TecMinho – interface da Universidade do Minho já está a trabalhar com investigadores do projeto numa patente que possa ser explorada comercialmente.