Orquestra Clássica da FEUP em concerto solidário com os refugiados

orquestra_300_200

10 elementos da Orquestra Clássica da FEUP vão participar nesta iniciativa solidária conduzida pela Maestrina Joana Carneiro e pelo maestro Kodo Yamaguishi.

É uma iniciativa que junta em palco cerca de 200 artistas entre estudantes e professores ligados a instituições do ensino superior português e tem por objetivo angariar fundos para apoiar refugiados vindos da Grécia. O Concerto “Música sem Fronteiras” acontece no próximo dia 18 de abril, no Centro Cultural de Belém, às 21h00 e contará com a participação da Orquestra Clássica da Faculdade de Engenharia da U.Porto (FEUP).

Os músicos da U.Porto vão assim juntar-se ao coro e orquestra da Universidade do Minho, ao coro da Universidade Nova de Lisboa, à Orquestra da Universidade de Évora, à Orquestra Sinfónica da Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco e à Orquestra Sinfónica da Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo. O espetáculo será dirigido pela maestrina Joana Carneiro e pelo maestro Kodo Yamaguishi.

A recolha de fundos reverterá para os refugiados e realizar-se-á através da venda de bilhetes  e do apelo ao depósito nas contas bancárias das instituições diretamente envolvidas nesta causa, nomeadamente a Plataforma de Apoio aos Refugiados, o Conselho Português para os Refugiados, a Cruz Vermelha Portuguesa e a União das Misericórdias Portuguesas.

Com este concerto promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP) e o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos, com o Ministério da Cultura e a Plataforma de Apoio aos Refugiados e da Agência Nacional Ciência Viva, entre outras instituições que desde o primeiro momento aderiram a esta causa, pretende-se mostrar que a solidariedade não tem limites e que a música não tem fronteiras.