Investigação da FEUP mostra como reduzir custos no transporte aéreo

(foto: D.R.)

O investigador propõe um sistema multi-agente de resolução de problemas não previstos no transporte aéreo, que pode aumentar em 58% a satisfação dos passageiros (foto: D.R.)

A Associação Portuguesa para a Inteligência Artificial (APPIA) atribuiu à tese de Doutoramento do Investigador da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) António Castro o prémio de melhor tese na área de inteligência artificial de 2013-2014. Um trabalho distinguido entre 10 candidaturas,  pelo facto de “demonstrar de uma forma exemplar a relevância do uso de técnicas de Inteligência Artificial para a resolução de problemas complexos, apresentando um impacto aplicacional muito relevante e que deu origem à criação de uma spin-off”.

Intitulado “A Distributed Approach to Integrated and Dynamic Disruption Management in Airline Operations Control”, o trabalho do investigador do Laboratório de Inteligência Artificial e Ciências da Computação (LIACC) da U.Porto, sediado na FEUP, teve como principal objetivo aplicar, em vários tipos de transporte (aéreo, ferroviário, rodoviário e marítimo) e em domínios como o controlo de produção de uma fábrica, técnicas de Inteligência Artificial como sistemas multi-agente, negociação automática e aprendizagem para a resolução de problemas não previstos nos centros de controlo operacionais. Nesta tese foi proposto um sistema multi-agente chamado MASDIMA que, no caso do transporte aéreo, mostrou que é possível atingir uma redução de pelo menos 13% desses custos diretos e aumentar a satisfação dos passageiros em 58% sem aumentar outros tipos de custos.

Adicionalmente, o sistema mostrou ainda que é possível reduzir os atrasos dos voos em aproximadamente 86%. Estas duas componentes têm um grande impacto não só na economia da companhia aérea, mas também na economia do transporte aéreo que opera numa rede à escala mundial.

Tendo demorado cerca de cinco anos para concluir o seu doutoramento, o investigador dividia o seu tempo entre o trabalho académico e o profissional (investigação, consultoria a empresas, docência na FEUP, lançamento de uma start-up…). O doutoramento contou sempre com o apoio do LIACC, com a orientação do docente da FEUP Eugénio Oliveira  e com o apoio da docente Ana Paula Rocha que contribuiram significativamente para o seu resultado final. Adicionalmente, estiveram ainda envolvidos vários estudantes e/ou bolseiros, que fizeram a sua tese de mestrado co-orientados por António Castro em temas relacionados com os centro de controlo operacionais, muito importantes para o desenvolvimento do protótipo que permitiu validar as principais contribuições da tese.

O ciclo de vida deste trabalho não se esgotou na publicação da tese. Em 2014 foi publicado pela Springer um livro baseado neste trabalho e foi criada uma spin-off FEUP, a MASDIMA, Lda  que trabalha com a TAP Portugal no Proof-of-Concept (PoC) e cujo objetivo passa por criar produtos baseados na tecnologia desenvolvida na tese que possam ser comercializados não só em Portugal como internacionalmente. Atualmente a empresa é apenas financiada pelos seus co-fundadores (António Castro, Ana Paula Rocha e Paulo Maia), mas encontra-se numa fase de procura ativa de investidores em Portugal e nos EUA.

Este não é o primeiro prémio do trabalho, que conquistou o segundo lugar de melhor ideia de aplicabilidade prática no Fraunhofer Portugal Challenge 2013. O reconhecimento da APPIA tem um valor simbólico de mil euros e será oficialmente entregue durante o jantar da Conferência 17th Portuguese Conference on Artificial Intelligence (EPIA 2015), agendado para dia 10 de setembro de 2015, em Coimbra.

A tese está disponível para download no site pessoal de António Castro ou no repositório da FEUP.

  • tugaleaks

    fantastico. parabéns.

    • Antonio Castro

      Obrigado!