INESC TEC mostra inovações nas áreas das Telecomunicações e Multimédia

Interactive Music Mashup, INESC TEC

Programa do evento inclui um concerto em que um computador e um músico vão interagir para criar música em tempo real. (Foto: DR)

Sistemas para manipular e interagir com a música, drones que disponibilizam acesso wi-fi a um grande número de pessoas, sistemas de recomendações de notícias ou software de análise de comportamento em ambiente de loja. Estes alguns dos 20 exemplos das tecnologias que vão estar em exibição esta quarta-feira, dia 11 de maio, no Instituto Superior de Engenharia (ISEP), no âmbito de mais um Open Day do Centro de Telecomunicações e Multimédia (CTM) do INESC TEC.

Reunindo protótipos dedicados às Telecomunicações e Multimédia e  com aplicação em áreas tão diversa como a saúde, mar, música, redes e média, esta mostra tecnológica vai ter lugar entre as 14h00 e as 16h30 na Sala de Eventos do ISEP. Às 14h45 está previsto um concerto em que um computador e um músico vão interagir para criar música em tempo real. O objetivo é mostrar um sistema que consegue ouvir uma performance improvisada de um músico e acompanhá-la em dueto. A tecnologia incorporada neste sistema (Interactive Music Mashup) faz com que, mesmo quando o músico pare de tocar, o software consiga continuar sozinho e volte a interagir com o músico assim que este recomece.

Para além das 20 demonstrações de protótipos que vão ser feitas pelos investigadores e parceiros industriais do INESC TEC, 21 estudantes de doutoramento vão apresentar os seus trabalhos durante a sessão da tarde.

Mas o Open Day do CTM do INESC TEC, que é composto por 130 investigadores, tem início pelas 09h00, com uma discussão com toda a comunidade científica e empresarial sobre o futuro das telecomunicações e multimédia, no que se espera ser uma antevisão do que acontecerá dentro de 15 anos.

“As atividades de investigação e desenvolvimento na área das Telecomunicações e Multimédia têm contribuído para o progresso de Portugal com uma importância que ultrapassa largamente a sua visibilidade. Apesar de se poder dizer que esta área está ainda na sua infância, poucos negócios no futuro sobreviverão se não integrarem rapidamente este tipo de tecnologias. Atente-se o exemplo recente do que está a acontecer com os táxis: o aparecimento de um novo serviço que, ao incorporar novas tecnologias, rapidamente captou a atenção da população”, explica Paula Viana, investigadora do INESC TEC responsável pelo evento e docente do ISEP.

Mais do que fazer investigação fundamental, o INESC TEC atua sobre toda a cadeia de valor, desde a conceção de um projeto, à produção de conhecimento, à investigação aplicada, desenvolvimento e depois colocação do produto no mercado.

“Os casos de sucesso na área das Telecomunicações e Multimédia são vários e o CTM do INESC TEC tem sido um grande impulsionador do sector ao avançar com soluções inovadoras com impacto na sociedade e economia.

Podemos estar a falar de permitir que smartphones da audiência de uma sala de espetáculos sejam usados como instrumentos musicais, de levar Internet a zonas remotas do oceano para suportar as atividades económicas emergentes, incluindo a mineração do mar profundo, mas também de técnicas de processamento de sinais visuais que ajudem os médicos a detetar o cancro da mama ou de redes de sensores sem fios que permitem que contadores de energia enviem autonomamente informação de contagem”, refere Manuel Ricardo, Coordenador do CTM e docente da FEUP.

Mais informações aqui.