FMUP desvenda “mitos” sobre o consumo de álcool, tabaco e drogas

estudantes tabaco

Segundo a OMS, quase 10% das doenças resultam do consumo de tabaco, álcool, drogas ilícitas, fármacos, entre outras substâncias psicoativas. (Foto: DR)

Sem preconceitos nem paternalismos – é assim que a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) pretende discutir “Mitos sobre o Consumo de Substâncias”, numa sessão aberta a toda a comunidade académica, que decorrerá no próximo dia 13 de abril, às 21h00, no Auditório do Centro de Investigação Médica da FMUP (acesso pela Rua Dr. Plácido Costa).

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, quase 10% da carga global das doenças resultam do consumo de substâncias psicoativas: tabaco, álcool, drogas ilícitas, fármacos (mais ou menos “naturais”)… Mas, segundo a equipa do Gabinete de Apoio ao Estudante (GAE), organismo integrado no Departamento de Educação e Simulação Médica da FMUP e responsável pela organização desta sessão, “ainda existe muita falta de informação fiável sobre este tema ou, pelo menos, sobre algumas das substâncias”, persistindo diversos mitos.

Para desconstruir estas e outras ideias, responder a dúvidas e sobretudo, informar sem fazer juízos de valor, a sessão conta com as participações de Augusta Coelho (professora do Departamento der Farmacologia e Terapêutica) e Manuel Esteves (professor do Departamento de Neurociências Clínicas e Saúde Mental), ambos da FMUP.

A entrada é livre.