FEUP colabora em projeto internacional de eficiência energética

(foto: D.R.)

Primeira reunião entre as instituições parceiras. (Foto: DR)

A Universidade do Porto, através da sua Faculdade de Engenharia (FEUP), é uma das oito instituições de três países diferentes que estão a colaborar no “STOP CO2”,  um projeto liderado pela ‘Consejería de Innovación, Industria y Turismo y Comercio’, através da Fundação ‘Centro Tecnológico en Logística Integral Cantabria’, e que tem como principal objetivo aumentar a eficiência energética das estações de autocarro e de comboio do sudoeste Europeu.

Contratualizado oficialmente em setembro de 2016, este consórcio foi um dos 36 projetos aprovados pelo Programa de Cooperação Transnacional ‘Interreg Sudoe’ para o período 2014-2020, selecionado entre quase 500 candidaturas.

E em que se traduz o “STOP CO2”? O principal produto a que se pretende chegar consiste numa ferramenta de avaliação energética das estações que determine, através de sistemas de engenharia ecológica, o consumo de energia e possíveis soluções a implementar. Vai ser estabelecida uma rede transnacional de gestores de estações que permita a troca de experiências e soluções bem sucedidas, bem como a definição de um conjunto de diretrizes para o planeamento das infraestruturas. Também a eficácia do produto vai ser testada através de projetos piloto.

A contribuição da FEUP no projeto passa pela participação ativa de uma equipa liderada por Nuno Ramos e que conta com a contribuição de Eva Barreira, João Poças Martins, Lurdes Simões e Ricardo Almeida, todos eles docentes e investigadores do Departamento de Engenharia Civil da faculdade e membros da unidade de investigação CONSTRUCT- Instituto de I&D de Estruturas e Construção.

Com a duração prevista de 36 meses, o “STOP CO2” estará concluído em 2019 e tem um orçamento global de 1.173.791,20 euros, cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regonal (FEDER) da União Europeia.