FBAUP apresenta “Proyectos Inacabados, 25 años. Una Facultade en la maleta”

Pavilhão de Exposições da FBAUP

Exposição pode ser visitada no recentemente inaugurado Pavilhão de Exposições da Faculdade de Belas Artes da U.Porto (Foto: Egídio Santos / U.Porto)

É uma exposição que reúne mais de 40 trabalhos de estudantes da Faculdade de Belas Artes de Pontevedra da Universidade de Vigo, chama-se Proyectos Inacabados, 25 años. Una Facultade en la maleta, e vai estar patente de 18 de fevereiro a 9 de abril, no Pavilhão de Exposições da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP).

O projeto desta exposição resulta de um convite que foi apresentado pela FBAUP no âmbito da celebração dos 25 anos da Faculdade de Belas Artes de Pontevedra, da Universidade de Vigo.

A produção artística que se apresenta é constituída por trabalhos de natureza diversa, desde fotografia, vídeo, desenho, pintura, escultura, tapeçaria, entre outros. De acordo com a Diretora da Faculdade e curadora, esta mostra é também uma homenagem a Boîte-en-valise de Marcel Duchamp. Trata-se de um “projeto curatorial que permanece inacabado”, que está “em constante evolução a partir da pretensão de se projetar para o futuro”. A exposição, acrescenta Silvia García González, procura ainda “re-elaborar os estereótipos aos quais nos fomos habituando” e debater “o posicionamento das Faculdades de Belas Artes” perante a “multidão de desafios impostos pela sociedade”.

Para o Diretor da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, a celebração dos 25 anos da instituição “vizinha” constituiu uma oportunidade para dar mais este passo no sentido de fomentar aquela que já é uma “relação de proximidade” entre ambas as escolas.

José Paiva revela ainda que a FBAUP pretende, uma vez por ano, apresentar no seu próprio Pavilhão de Exposições a produção artística de escolas com as quais a FBAUP tenha vindo a desenvolver relações de cooperação.

A exposição inaugura no dia 18 de fevereiro, às 18h00, no Pavilhão de Exposições da FBAUP (Av. Rodrigues de Freitas, 265). Tem entrada livre e estará também aberta ao sábado. Para quem decidir visitar a exposição durante o mês de fevereiro, não esquecer que sábado é dia de Cinema no Bairro.

  • Manuel Reis

    Espero não vou faltar .