Estudantes da FEUP dão cartas no cinema com filme sobre o Porto

"A cidade onde moro" foi apresentado no 30º Festival International du Film D’Environnement.

Pedro Ferreira e Samanta Correia, estudantes do Mestrado em Multimédia da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) são os autores de “A cidade onde moro”, filme  que documenta “a intervenção humana na mutabilidade da cidade e do território”, através da análise da zona histórica do Porto.

“Nestes espaços/territórios de carácter social é evidenciada a relação dos cidadãos com o meio que habitam, a forma como o alteram e nele intervêm. O filme pretende criar um território ficcionado, alcançando uma estética abstrata focada nas cores e texturas explícitas nas fachadas dos edifícios”, explicam os estudantes da FEUP.

O vídeo, desenvolvido no âmbito da disciplina “Lab. Documentário”, lecionada por Soraia Ferreira, docente do Departamento de Engenharia Informática da FEUP, marcou presença no 30º Festival International du Film D’Environnement, que decorreu em fevereiro deste ano, em Paris. Para além do festival francês, o filme também foi exibido na 10ª edição do Temps D’Images, em Lisboa, e no Festival FuturePlaces em 2012.

Os autores do vídeo afirmam que a curta-metragem é uma extensão do filme experimental “#3 Rotten”, realizado durante o workshop “Citizen Lab – Portugal Portefólio” do festival FuturePlaces 2011 e que recebeu o prémio “Nau” no 2º Nau – Festival de Cinema e Fotografia Jovem, em 2012.

Pedro Ferreira, 24 anos, é licenciado em Multimédia e estudante finalista do Mestrado em Multimédia – Cultura e Artes da FEUP. O estudante, que espera no futuro continuar a fazer filmes, está a terminar o “Erasmus estágios” como professor assistente da disciplina de Multimédia, na Academia de Belas Artes em Wroclaw, onde também lecionou os workshops “from film to digital” e “out of the canvas – live cinema performance” (que pertencem à parte prática da sua dissertação “Avant-garde and experimental cinema”).

Também com 24 anos e estudante finalista do Mestrado Multimédia –Cultura e Artes da FEUP,  Samanta Correia licenciou-se em Arte e Multimédia, pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. A sua dissertação está relacionada com a realidade e virtualidade das imagens, temática que tem acompanhado os seus trabalhos fotográficos de cunho pessoal, com enfoque na manipulação de imagem.