Doutorando do ICBAS quer dar voz mediática aos enfermeiros

Livro propõe várias estratégias para facilitar a relação dos enfermeiros com os media. (Foto: DR)

Têm um papel fundamental na prestação dos cuidados de saúde, mas raramente “dão a cara” em termos mediáticos em Portugal. Foi esta  constatação que levou Rodrigo Martins Cardoso, doutorando em Ciências de Enfermagem do Instituto de Ciências Biomédicas Abal Salazar (ICBAS-UP), a escrever “Se a Enfermagem Falasse…”, um livro que procura ensinar os enfermeiros a criar mensagens eficazes sobre a profissão e a transmiti-las à sociedade através dos media.

Resultado de mais de dois anos de reflexão e discussão com peritos ligados à produção noticiosa nacional e internacional, o autor questiona, sob a forma de textos individuais e inéditos, a “escassa visibilidade mediática da Enfermagem em Portugal”. Uma realidade que se tem refletido na “perpetuação de estereótipos e no desinvestimento financeiro nas áreas da prestação de cuidados, investigação e educação, com prejuízos claros para os utentes dos serviços de saúde”.

Doutorando em Ciências da Enfermagem,Rodrigo Martins Cardoso é também enfermeiro no IPO de Coimbra.

Rodrigo Martins Cardoso, que é também enfermeiro no IPO de Coimbra, acredita que a tendência de “invisibilidade mediática” pode ser revertida se os enfermeiros forem educados sobre estratégias de abordagem aos media. Qual é o contributo dos enfermeiros para a saúde dos cidadãos? Que valor é que estes incrementam na economia e no desenvolvimento das sociedades contemporâneas? Que imagem devem transmitir? Como dar a conhecer a profissão aos outros? São algumas das questões a que o livro procura dar resposta através de uma “visão única sobre a Enfermagem em Portugal”.

Redigido “para todos os públicos, desde enfermeiros e estudantes de Enfermagem a políticos, gestores e profissionais de saúde”, “Se a Enfermagem Falasse…” destina-se também a todos os  utentes dos Serviços de Saúde nacionais. “Quanto melhor conhecerem o contributo dos enfermeiros para a sua saúde e bem-estar, mais capacitados estarão para fazer escolhas acertadas ao longo do ciclo vital”, aponta o estudante.

“Se a Enfermagem Falasse…”  é apresentado no Salão Nobre do ICBAS-UP esta quarta-feira, dia 28 de maio, pelas 16h45. A entrada é livre.

Mais informações em www.comunicarenfermagem.com e aqui.