Debate sobre legalização da Eutanásia prossegue na FMUP

FMUPO debate sobre a eutanásia continua aceso na sociedade portuguesa…e no seio da Universidade do Porto. O Auditório do Centro de Investigação Médica da Faculdade de Medicina da U.Porto (FMUP) acolhe esta quarta-feira, dia 20 de abril, a partir das 10h00, uma sessão intitulada “Eutanásia – que legislação?”.

Promovida pela FMUP em cooperação com a Associação Portuguesa e Bioética (APB), esta sessão acontece numa altura em esta última entidade propôs que fosse retirado o número 2 do artigo 57.º do Código Deontológico dos Médicos (que estipula que “ao médico é vedada a ajuda ao suicídio, a eutanásia e a distanásia”). Desta forma, o Código Deontológico remeteria as decisões para “o domínio da consciência individual” dos médicos, defende Rui Nunes (professor catedrático da FMUP e presidente da APB).

Note-se que um estudo de 2007, realizado pelo Departamento de Ciências Sociais e Saúde da FMUP sobre a eutanásia e o suicídio assistido indicava que 40% dos oncologistas (450 inquiridos) que assistem doentes terminais eram favoráveis à legalização desta forma antecipada de morte em doentes incuráveis.

O evento terá apresentação a cargo de Rui Nunes e debate moderado por Guilhermina Rego. A mesa redonda será composta por Helena Pereira de Melo, Isabel Galriça Neto, Jaime Teixeira Mendes e João Paulo Carvalho.

O comentário final ao debate, “que se pretende esclarecedor sobre uma matéria tão sensível”, ficará a cargo do presidente do CRNOM, Miguel Guimarães.

entrada é livre.