Alexandre Quintanilha dá a sua Última Lição no ICBAS

AlexQuintanilha_300x200

Alexandre Quintanilha, professor catedrático do ICBAS, vai jubila-se em 2015.

Alexandre Quintanilha vai encerrar a sua carreira docente com uma última lição no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) da Universidade do Porto.

Atingida a idade de jubilação, o professor catedrático e investigador científico vai dar a sua última aula no dia 3 de julho, às 15h30, no Salão Nobre do complexo ICBAS/FFUP.

Alexandre Tiedtke Quintanilha nasceu em Lourenço Marques (Maputo) Moçambique em 1945. Licenciou-se em Física Teórica na Universidade de Witwatersrand em Joanesburgo e completou o Doutoramento em Física Teórica no ano de 1972 na mesma universidade.

Durante duas décadas foi professor de Fisiologia Celular e Biofísica na Universidade da Califórnia em Berkeley, Sub-diretor da Divisão de Energia e Ambiente e Diretor do Centro de Estudos Ambientais no “Lawrence Berkeley National Laboratory”. No início dos anos 90 rumou-se então para Portugal, sendo Professor Catedrático de Biofísica no Instituto de Ciências Biomédicas de Abel Salazar da Universidade do Porto.

Foi até muito recentemente Diretor do Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC) e do Instituto de Engenharia Biomédica (INEB). Presidiu à comissão responsável pela implementação do I3S, o novo “super-centro de investigação” da U.Porto, criado a partir de um novo consórcio formado pelas três maiores unidades de investigação biomédica na cidade do Porto: IBMC, INEB e Ipatimup.

Alexandre Quintanilha é membro da “Academia Europæa”, “World Academy of Arts and Science” e do “Council for Research and Exploration of the National Geographic Society”. Tem desempenhado cargos de direção de vários comités da “European Science Foundation” (ESF), “European Commission” (EU), “Organization for Economic Cooperation and Development” (OECD) e outras agências de investigação nacionais e internacionais. Foi ainda membro do “Science and Technology Advisory Council “ do Presidente da Comissão Europeia.

Atualmente, preside à Comissão de Ética para a Investigação Clínica do Ministério da Saúde de Portugal e ao Conselho dos Laboratórios Associados do Ministério da Educação e Ciência de Portugal.  É Presidente do Conselho de Escola da Escola Nacional de Saúde Pública e Presidente do Conselho Consultivo da Hospital Magalhães de Lemos.

Alexandre Quintanilha publicou mais de 130 artigos científicos em revistas com revisão por pares e seis livros. Enquanto cientista sempre se interessou e teve um papel ativo na discussão e implementação de políticas científicas.

Os seus interesses atuais centram-se nas áreas do stress biológico, da perceção de risco e da divulgação científica.