U.Porto mais próxima do Brasil na área da Engenharia

A assinatura do acordo decorreu no edifício da Reitoria da U.Porto (foto: D.R.)

Está dado mais um passo na aproximação da Universidade do Porto ao Brasil. No passado dia 25 de julho foi assinado um acordo bilateral com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) que visa o reconhecimento e a revalidação de diplomas de graduação nas áreas de Engenharia.

Quer isto dizer que, com este acordo, os diplomados da Universidade do Porto, concretamente da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), conseguirão obter, de forma automática, o grau de bacharelato pela UFRJ, especificamente pela Escola Politécnica (EP). Em contrapartida, os estudantes graduados da Escola Politécnica da Universidade brasileira obtêm o reconhecimento de grau de mestre pela U.Porto.

No caso da FEUP, as graduações que integram o acordo bilateral, são os cursos de Mestrado Integrado (em vigor após 2006, inclusivamente) de Engenharia Civil, Engenharia do Ambiente, Engenharia Eletrotécnica e de Computadores (exceto o ramo de Telecomunicações), Engenharia Industrial e Gestão, Engenharia Informática e Computação, Engenharia Mecânica e Engenharia Metalúrgica e de Materiais. Também alguns cursos de Licenciatura pré-Bolonha, com duração de cinco anos e em vigor até 2006, são considerados: Licenciatura em Engenharia Civil, Engenharia do Ambiente, Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, Engenharia Industrial e Gestão, Engenharia Informática e Computação, Engenharia Mecânica e Engenharia Metalúrgica e de Materiais.

Engenharia Química, Bioengenharia e Engenharia de Minas e Geo-Ambiente não entraram neste acordo pelo facto destes cursos não funcionarem na Escola Politécnica da UFRJ. No entanto, estão a ser tomadas as medidas necessárias para conseguir um acordo também para estas áreas com as escolas superiores brasileiras que as lecionam.

Do lado da UFRJ, os cursos considerados para o acordo são os de Graduação, com duração de cinco anos, com os respetivos títulos: Engenheiro Civil, Engenheiro Ambiental, Engenheiro Eletricista, Engenheiro de Controle e Automação, Engenheiro de Eletrónica e de Computação, Engenheiro de Produção, Engenheiro de Computação e Informação, Engenheiro Mecânico, Engenheiro Metalúrgico e Engenheiro de Materiais.

Para avaliar e deliberar a concessão do reconhecimento e revalidação dos graus previstos, será criada uma Comissão Permanente, constituída por quatro membros – dois de cada Universidade – nomeados pelos Reitores das Universidades signatárias e sob proposta dos Diretores das respetivas Faculdades.

João Falcão e Cunha, Diretor da FEUP, enfatiza a importância de mais uma iniciativa de aproximação entre os dois países: Este acordo denota a confiança recíproca entre as nossas instituições, resultado de muitos anos de atividade de cooperação nas áreas de engenharia. Manifesta também confiança no futuro e abre a possibilidade dos profissionais de Engenharia da FEUP e da EP da UFRJ exercerem a sua atividade de forma reconhecida num vasto espaço geográfico na América do Sul e na Europa. Sai assim reforçada a posição internacional destas escolas, assim como das organizações e empresas de engenharia dos dois países.

A assinatura do acordo decorreu no edifício da Reitoria da U.Porto e contou a presença, entre outros, do Reitor da U.Porto, Sebastião Feyo de Azevedo, da vice Reitora, Fátima Marinho, do Diretor da FEUP, João Falcão e Cunha e restantes membros do Conselho Executivo, da Diretora de Relações Internacionais, Bárbara Costa, do Reitor da UFRJ, Roberto Leher e do Diretor das Relações Internacionais da UFRJ, Vitor Amaral.