Universidades do Norte de Portugal e Galiza lançam cátedra conjunta

Cátedra Internacional RSC Santander Galiza-Norte de Portugal

A assinatura do protocolo que formalizou a criação da nova cátedra decorreu a 30 de julho, na Reitoria da Universidade do Minho. (Foto: DR)

A Universidade do Porto é uma das seis instituições de ensino superior envolvidas na criação da Cátedra Internacional RSC Santander Galiza-Norte de Portugal, uma iniciativa conjunta do Banco Santander e da Fundação CEER – Centro de Estudos Euroregionais Galiza-Norte de Portugal que tem como objetivo promover e reforçar os laços de cooperação entre as três universidades públicas do Norte de Portugal (Porto, Minho e Trás-os-Montes e Alto Douro) e as três universidades da Galiza (Corunha, Santiago de Compostela e Vigo).

Através desta parceria, pretende-se incentivar o intercâmbio científico e académico entre as instituições envolvidas, possibilitando que professores e investigadores das seis universidades ibéricas realizem cursos e levem a cabo projetos de investigação conjuntos, no âmbito da Responsabilidade Social Corporativa (RSC).

Entre as linhas de atuação da nova cátedra destaca-se ainda a implementação de estudos de pós-graduação conjuntos, o fomento de estudos específicos de terceiro ciclo, a realização de cursos, publicações e conferências conjuntas e a organização de um fórum internacional anual.

Para além de fortalecer os laços de cooperação que vêm sendo construídos pelas seis universidades envolvidas, a Cátedra Internacional RSC Santander Galiza-Norte de Portugal reforça também a aposta que o Banco Santander tem vindo a desenvolver em projetos ligados ao ensino superior. Nos próximos quatro anos, o Santander espera investir 25 milhões de euros nas instituições de ensino superior portuguesas, através da atribuição de 3600 bolsas de estudo, sociais, de mérito e de mobilidade, e de prémios científicos.

A assinatura do protocolo que formalizou a criação da nova cátedra decorreu a 30 de julho, na Reitoria da Universidade do Minho, e contou com a presença do reitor da UM, António M. Cunha, na qualidade de presidente da Fundação CEER, do administrador do Banco Santander Totta com a área de Universidades, Luís Bento dos Santos, do diretor da Fundação CEER, Rubén Lois, do diretor do Santander Universidades Espanha, Pedro Alonso, bem como do o pró-reitor da Universidade do Porto, Carlos Brito. Estiveram ainda presentes reitores e vice-reitores das outras universidades que compõem a Fundação, diretores do Banco, representantes da Junta da Galícia e representantes da Administração Pública Portuguesa, através da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte.