Startup do UPTEC alia design e vinho do Porto em peça de cortiça

UPTEC_Cepa

A peça é produzida, unicamente, com materiais da região do Douro.

A Clínica de Arquitectura, empresa portuense graduada do UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto, criou a CEPA em cortiça, uma base para garrafas de Vinho do Porto que já está a ser exportada para os Estados Unidos da América.

À semelhança do vinho do Porto, a peça criada pela Clínica de Arquitectura é produzida, unicamente, com materiais ligados à identidade do vinho e da região do Douro, aspirando ser uma contribuição para o encorajamento de uma nova forma de apresentação e ritual de servir, de um dos maiores ícones de Portugal no mundo.

De um cilindro maciço, de cortiça ou madeira, são recortadas duas cavidades que se intersectam, com um design totalmente ajustado à função da peça: uma das cavidades foi dimensionada para a garrafa, enquanto a outra foi pensada para suportar a rolha, sem que esta toque o próprio suporte. A assimetria das cavidades permite igualmente o transporte seguro da peça com a mão esquerda, enquanto o nobre vinho é servido com a direita.

O carácter da peça já começou a ser reconhecido a nível internacional, estando a mesma a ser exportada para Nova Iorque. Em Portugal, encontra-se à venda através do website da Clínica de Arquitectura, na Loja de Serralves e no Museu do Douro, tendo-se iniciado mais recentemente a comercialização em garrafeiras, mercado alvo para a peça.

Na calha está, também, desenvolvimento de edições limitadas da peça noutras madeiras do Douro, em cortiça natural e em cristal. Um dos pontos fortes da peça, que a Clínica de Arquitectura enuncia, é a possibilidade de produção à medida de garrafas específicas, tal como da personalização da mesma, oferta mais virada para empresas.