Novos Estudantes 2013/2014: Ana Filipa Martins

Não foi um, mas muitos, os motivos que levaram Ana Filipa Santos Martins a colocar a U.Porto no topo das preferências do boletim de candidatura ao Ensino Superior. Da Universidade destaca “o seu enorme prestígio”, “a sua história e a sua marca a nível internacional”, mas também a ligação a uma cidade que “fascina pelo seu encanto e tradições”. A mesma que esta futura médica natural de S. Pedro do Sul vai percorrer nos próximos seis anos, como estudante da Faculdade de Medicina da U.Porto (FMUP). Com uma média de entrada de 19,43 valores no Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior, é ela a escolhida para “representar” a FMUP na nova secção do noticias.up.pt que celebra a geração dos Novos Estudantes de 2013/2014

"Preferi a U.Porto por realmente acreditar que na FMUP a minha preparação profissional seria valorizada", nota a estudante.

– Porque motivo(s) escolheste a Universidade do Porto?

Tendo em conta o seu enorme prestígio, as oportunidades que me poderia oferecer, a sua história e a sua marca a nível internacional, a U.Porto desde sempre se consagrou a minha eleita. Além do mais, o ambiente vivido na “Invicta”, a sua permanente atividade cultural dinâmica e o contacto com uma cidade que sempre me fascinou pelo seu encanto e tradições foram determinantes na escolha, assim como o facto de o curso onde sempre desejei ingressar apresentar uma especial notoriedade quando associado a esta academia.

– Com que expectativas partes para este percurso na U.Porto?

Acima de tudo espero ser bem sucedida e conseguir alcançar os meus objetivos enquanto estudante da U. Porto e futura médica. Espero aproveitar de tudo o que a universidade me proporcionar: desde contactar com outras pessoas; fortificar a minha formação académica com atividades extracurriculares; porventura fazer intercâmbios, porque o conhecimento é transversal a múltiplos domínios; contribuir positivamente e retribuir todo o apoio que a U.Porto me providenciar; conseguir usufruir destes seis anos de trabalho intensivo mas também de muita animação.

– Achas que a Universidade do Porto vai ser determinante no seu futuro profissional?

Acredito que sim e um dos motivos pela qual preferi a U.Porto foi realmente acreditar que na FMUP a minha preparação profissional seria valorizada e melhor sustentada, pois cada vez mais a exigência e a qualidade de ensino podem ser preponderantes face a uma situação frágil e incerta que atormenta o nosso futuro.

– Que Universidade gostavas de recordar quando terminares o curso?

Gostava de recordar a Universidade sem a reduzir à sua componente académica e profissional, mas também enquanto fonte de enriquecedoras experiências, muita diversão proporcionada nas actividades lúdicas ou de índole facultativa. De forma resumida, espero recordar a Universidade com um sorriso no rosto e uma enorme saudade, pois aí vivi “os melhores anos da minha vida”.

– Um desejo para esta nova fase.

Desejo a todos – especialmente aos que se encontram na mesma situação que eu e partilham dos meus medos, inseguranças, expectativas, sonhos – uma boa prestação académica, com superação dos obstáculos e dificuldades que se interponham durante esta “maratona” – tudo o que oferece alguma resistência, é sempre tão prazerosa quando é por fim alcançada e é com este pensamento positivo que eu espero que todos encarem as dificuldades, sem fraquejar face ao erro. Desejo que todos se divirtam e aproveitem o que a U. Porto pode proporcionar pois todo o sentimento de satisfação e realização pessoal é essencial.

BEM-VINDA À U.PORTO!

NOTA: AO LONGO DOS PRÓXIMOS DIAS, CONHEÇAM AQUI OS “NOVOS ESTUDANTES DA U.PORTO 2013/2014″ COM MELHOR MÉDIA DE ENTRADA NAS 14 FACULDADES DA UNIVERSIDADE, NA 1.ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR. PODEM TAMBÉM CLICAR NA TAG (ETIQUETA) “NOVOS ESTUDANTES”.