Novo projeto do CIIMAR valoriza produtos marinhos “made in Portugal”

2010-01-01 00.00.00-101

Diversas entidades e empresas participaram no primeiro workshop do projeto, que decorreu no CIIMAR

A valorização e a produção de produtos marinhos locais de elevado valor acrescentado e inovadores são os objetivos principais do novo projeto de investigação científica do Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto (CIIMAR), designado por INSEAFOOD.

O INSEAFOOD reúne uma equipa multidisciplinar de investigadores e empresas que vão explorar novas técnicas de produção de espécies economicamente importantes, tais como a ostra do Pacífico e os peixes ósseos (robalo), que desempenham um papel importante no setor da aquicultura Português. O projeto irá também monitorizar as populações de algas marinhas e ouriços-do-mar natural (ouriço do mar Europeu) avaliando o seu potencial económico, com vista a otimização da qualidade das gónadas dos ouriço-do-mar criados em cativeiro.

O projeto pretende ainda promover a proteção e gestão dos recursos naturais para uma exploração sustentável do mar; melhorar o desempenho dos sistemas de produção através de uma abordagem orientada para o mercado; desenvolver sistemas de aquacultura sustentável para as espécies produzidas e assegurar a segurança e qualidade nutricional dos produtos marinhos produzidos. Serão ainda realizadas ações de formação com vista a implementação de boas práticas para a produção e protecção destes espécies,  quer com diferentes stakeholders da economia do mar e setor agroalimentar, quer com o público em geral.

O primeiro workshop do projeto decorreu no passado dia 2 de maio e contou com cerca de 55 participantes incluindo investigadores de diversas áreas e empresas e entidades como o Fórum Oceano; a AICEP PortugalGlobal; a RiaSearch; a SORGAL; a Bivalvia-Mariscos da Formosa, a VIOR, a Associação Portuguesa de Aquacultores; Conservas Portugal Norte, a APHORT e ainda a Escola de Hotelaria do Porto.

O INSEAFOOD é uma das linhas de investigação do projeto INNOVMARInnovation and Sustainability in the Management and Exploitation of Marine Resources financiado pelo Programa Operacional Regional do Norte (NORTE2020) através Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e terá a duração de três anos.