ISPUP reúne no Porto a “nata” da investigação em Epidemiologia

ISPUP Birth Cohorts

O Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) organiza, nos dias 28 e 29 de outubro, o “Porto Birth Cohorts Meeting”, uma reunião que vai juntar no Museu Nacional de Soares dos Reis, investigadores europeus de relevo na área da Epidemiologia e que se destacam pelo seu papel na coordenação de estudos longitudinais (coortes de nascimento) na Europa.

A organização do evento surge no âmbito da comemoração dos 10 anos da criação da primeira coorte de nascimentos – a chamada “Geração XXI” – que avalia o crescimento e desenvolvimento de mais de 8 mil crianças da cidade do Porto, desde o nascimento, com o objetivo de avaliar de forma contínua o seu padrão de crescimento e de saúde até à adolescência e idade adulta.

“Julgamos que será uma boa oportunidade para reunirmos aqui no Porto investigadores desta área do conhecimento e criar um espaço de discussão, de partilha e de ideias, mas também planear estratégias e estabelecer possíveis colaborações entre as diferentes coortes que aqui estarão representadas”, refere Ana Cristina Santos, investigadora doutorada do ISPUP.

Entre os temas em discussão destacam-se, por exemplo, os novos caminhos a seguir com o envelhecimento das coortes de nascimentos e os futuros desafios inerentes ao acesso livre a estes estudos longitudinais. O programa completo do evento está disponível aqui.

Mais informação sobre a “Geração XXI”

A “Geração XXI” arrancou no ano de 2005 e é a maior coorte a funcionar nos países do Sul da Europa. A avaliação contínua do crescimento e da saúde das crianças portuguesas, levada a cabo pelo ISPUP, é relevante para que, no futuro, seja possível fortalecer o planeamento de estratégias de intervenção em saúde pública.