Investigadores e profissionais debatem a qualidade e a credibilidade do CiberJornalismo

Jornalismo Online

Excelência Geral em Ciberjornalismo, Reportagem Multimédia e Videojornalismo Online são algumas das categorias premiadas.

Vai ter lugar nos dias 4 e 5 de dezembro na Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP) o IV Congresso Internacional de Ciberjornalismo, evento que este ano terá como tema principal a qualidade e a credibilidade do ciberjornalismo será o principal tema a ser debatido no IV Congresso Internacional de Ciberjornalismo por oradores provenientes de Portugal, Espanha, Brasil, Finlândia, França, Itália, Reino Unido, Egipto, Dinamarca, Chile, Bulgária, República Checa, Rússia, Moçambique, Timor-Leste e Estados Unidos da América, expondo trabalhos e artigos desenvolvidos ao longo do ano.

Ao total de 65 comunicações selecionadas pela comissão científica, juntam-se, para este congresso, a realização da reunião preparatória da Rede Internacional de Investigação em Ciberjornalismo (RIIC) e a apresentação de seis artigos por convidados nacionais e internacionais. A conferência de abertura do IV COBCIBER estará a cargo do diretor do Instituto de Investigação em Jornalismo e professor do Departamento de Jornalismo e Estudos de Media da Rutgers University, Nova Jérsia, EUA, John Pavlik, autor de “Journalism and New Media”, uma das obras sobre jornalismo na Internet mais citadas em todo o Mundo. Já a conferência de encerramento será proferida pelo diretor do Grupo de Investigação em Jornalismo da University of Central Lancashire, Reino Unido, Peter Anderson, coordenador do livro recentemente editado “The Future of Quality News Journalism”.

O IV COBCIBER tem já confirmadas também as presenças, como oradores, de António Granado, professor de jornalismo da Universidade Nova de Lisboa e ex-editor online do Público e da RTP, da jornalista e professora na Universidade Pompeu Fabra, Barcelona, Eva Dominguez, recentemente doutorada com uma tese sobre jornalismo imersivo, da jornalista e professora na Universidade de São Paulo, Brasil, Daniela Bertocchi, também recentemente doutorada, com uma tese em que propõe um modelo teórico para o design do sistema narrativo no ciberjornalismo, e de Neil Thurman, professor e investigador da City University of London, distinguido em quatro anos consecutivos como autor do melhor paper do International Symposium on Online Journalism, o mais importante congresso mundial de ciberjornalismo.

O programa do Congresso incluirá ainda o anúncio dos vencedores da sétima edição dos Prémios de Ciberjornalismo,  que voltam a reconhecer o que de melhor é produzido em Portugal na área do jornalismo online. O painel de jurados responsável pela seleção dos nomeados é constituído por docentes das universidades do Porto, Nova de Lisboa, Minho, Beira Interior, Instituto Superior Miguel Torga, Escola Superior de Educação de Portalegre e ainda por docentes da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no Brasil, e da Universitat Pompeu Fabra, em Espanha.

As votações nas seis categorias conhecidas (Excelência Geral em Ciberjornalismo, Última Hora, Reportagem Multimédia, Videojornalismo Online, Infografia Digital e Ciberjornalismo Académico) estiveram disponíveis para votações no site do ObCiber – Observatório do Ciberjornalismo da U.Porto até dia 29 de novembro. O anúncio dos vencedores será feito no último dia do congresso.

O Congresso é organizado pelo Observatório do Ciberjornalismo (ObCiber), em colaboração com o Centro de Estudos das Tecnologias e Ciências da Comunicação (CETAC.MEDIA), Faculdade de Letras da U.Porto e Reitoria da U.Porto.