Faculdade de Engenharia promove visita às pontes do Porto

Souto-Moura_300_200É a segunda sessão do Ciclo “Onde está a Engenharia Civil”, promovido pelo Departamento de Engenharia Civil da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) e pelo núcleo do Porto do IACES (International Association of Civil Engineering Students), e propõe uma visita pelas pontes do Porto, no próximo dia 25 de maio, às 15h00. A orientá-la estará António Adão da Fonseca, considerado uma das maiores personalidades nacionais e internacionais da Engenharia Civil de Pontes.

Licenciado em 1971 pela FEUP e Doutor em Engenharia de Estruturas pelo Imperial College of Science and Technology, da Universidade de Londres, Inglaterra, em 1980, Adão da Fonseca tem uma enorme experiência na elaboração e coordenação de projetos. A sua carreira como Projetista de Estruturas foi quase sempre desempenhada em simultâneo com o ensino na FEUP, onde até recentemente foi Professor Catedrático de Pontes.

Alguns dos projetos mais emblemáticos ligados a Adão da Fonseca contemplam a Ponte rodoviária Infante Dom Henrique sobre o rio Douro, entre o Porto e Gaia, a Ponte Pedro e Inês sobre o rio Mondego, para peões, o Edifício do Oceanário de Lisboa, para a EXPO’98 ‑ Lisboa, o Edifício do Pavilhão do Conhecimento dos Mares, para a EXPO’98 ‑ Lisboa, o Edifício Península, no Porto, a Casa da Música, no Porto, o Teatro e Auditório de Poitiers, França, o Pavilhão de Portugal, para a EXPO’2000, Hannover – Alemanha, a Maison de la Musique, em Bordéus – França e o Empreendimento de Arranha-Céus Waterfront, em Colombo – Sri Lanka.

A viagem será antecedida por uma conferência na Alfândega do Porto, onde Adão da Fonseca falará das pontes que fizeram do Porto a cidade Invicta, da forma como o Porto e Vila Nova de Gaia cresceram depois da construção de cada uma delas e da importância das Pontes do Futuro que ainda estão por vir.

O ciclo de vistas/conferencias Onde Está a Engenharia Civil? destina-se ao público em geral. Com estas visitas guiadas, pretende-se mostrar a importância que a Engenharia Civil tem no desenvolvimento da cidade e no progresso da nossa Sociedade.

As inscrições estarão abertas até ao dia 23 de maio. A lotação é limitada e sujeita a inscrição prévia (a viagem terá um custo de 5 euros).