Estudante e docente da FEP distinguidos pela CMVM

O Prémio distingue anualmente uma dissertação académica ou outro trabalho de investigação original sobre o mercado de capitais português. (Foto: Egidio Santos/U.Porto)

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) distinguiu recentemente o trabalho “Corporate Cash Holdings and Financial Crises: An empirical investigation of Portuguese listed companies”, da autoria de Augusto Borges e Jorge Farinha, estudante de mestrado e docente da Faculdade de Economia da Universidade do Porto (FEP), respetivamente, com o Prémio José Luís Sapateiro 2016.

O júri, composto pelos professores Fernando Teixeira dos Santos (FEP), João Duque (ISEG-ULisboa), José Neves Adelino (UNL) e Victor Mendes (CMVM), considerou que o trabalho realizado na FEP “sobressai dos demais pela qualidade científica, rigor formal e metodológico, capacidade de exposição e relevância do tema para os mercados financeiros”.

O Prémio José Luís Sapateiro distingue anualmente uma dissertação académica ou outro trabalho de investigação original que incida sobre um tema de relevância e interesse para o mercado de capitais português.

“Este prémio é sobretudo um reconhecimento da grande qualidade do trabalho desenvolvido pelos alunos do Mestrado em Finanças da FEP, a qual se manifesta quer a nível científico, como em termos de capacidade de desenvolvimento de um trabalho rigoroso de investigação relevante também para o mundo empresarial”, salienta o Professor da FEP, Jorge Farinha.

No valor de cinco mil euros, este galardão foi instituído para reconhecer, alternadamente, trabalhos de natureza jurídica e económica que tenham sido concluídos, no máximo, no ano anterior ao da candidatura e que não tenham sido previamente publicados.

“Espero que este prémio constitua uma inspiração para todos aqueles que se encontram a desenvolver a sua dissertação em Finanças, à semelhança de outros já obtidos no passado por alunos da FEP”, destaca Jorge Farinha.

À 17.ª edição do prémio foram admitidos trabalhos de natureza económica concluídos entre janeiro de 2015 e dezembro de 2016.