Estudante da FEUP premiado por estudo sobre Engenharia de Explosivos

PREMIO-2015(24) 300 200José Pedro Gomes, estudante de Mestrado em Engenharia de Minas e Geo-Ambiente (MEMG) da Faculdade de Engenharia da U.Porto (FEUP) foi distinguido pela Associação Portuguesa de Estudos e Engenharia de Explosivos (AP3E) com o Prémio AP3E de Engenharia dos Explosivos 2015, pelo trabalho de investigação desenvolvido no âmbito da sua dissertação de mestrado. Intitulado “Metodologia para análise de vibrações provocadas por desmontes com recurso a explosivos”, o trabalho incidiu sobre as vibrações provocadas por desmontes com recurso a explosivos.

“O desmonte de rocha é uma operação intrínseca às atividades mineiras e na execução de obras civis. São atividades, por natureza, que acarretam diversos impactes ambientais e sociais e por isso há cada vez mais pressão social para a minimização e mitigação destes mesmos impactes”, esclarece José Pedro Gomes. A investigação do jovem agora premiada pela AP3E procurou prever e antecipar os efeitos associados ao fenómeno vibratório, através da incorporação de metodologias inovadoras.

Habitualmente, a estimação da magnitude das vibrações faz-se recorrendo a uma lei de atenuação empírica definida para todo o terreno envolvente ao desmonte, calibrada a partir de parâmetros aferidas com informação recolhida em desmontes anteriores. A grande mais-valia da metodologia apresentada pelo estudante da FEUP é o facto de assumir a homogeneidade do terreno, “através da sua discretização, definindo regiões para as quais se formulam leis de atenuação locais, permitindo assim incorporar a variabilidade das características do terreno na estimação da magnitude do fenómeno vibratório”, esclarece José Pedro Gomes.

“O reconhecimento por parte da AP3E, associação de referência na área da Engenharia dos Explosivos em Portugal, evidencia a pertinência e atualidade da discussão e desenvolvimento de novos métodos aplicados ao controlo dos impactes ambientais na indústria extrativa”, admite o jovem investigador.

Sobre a AP3E

É uma associação técnico-científica sem fins lucrativos e de Utilidade Pública, constituída em 27 de Março de 1992. Com alguma regularidade, esta Associação atribui um prémio a Teses de Doutoramento, Dissertações de Mestrado ou outro qualquer Trabalho de Investigação em que se reconheça ter havido uma contribuição significativa para a área da Engenharia dos Explosivos.

Já em 2011, o estudante do MEMG da FEUP João Antunes Sampaio Rodrigues viu premiada a sua Dissertação, com o título “Ferramenta informática de apoio ao dimensionamento de pegas de fogo em bancadas a céu aberto” e em 2013, Francisco Sena Leite também do MEMG, foi distinguido com uma Menção Honrosa pelo trabalho de investigação intitulado “Desarrollo de una herramienta de diseño de voladuras en túneles”.