“Electrónica sem Pastilhas” em concerto na FEUP

Imaginem um serão na companhia de um artista com um nome remanescente do charme escandinavo e outros dois representando a comunidade Probiótica. Tudo isto ao longo de umas horas expostos aos sons intrigantes da tecnologia, isto tudo sem acordar no dia a seguir menos produtivo que uma planta, e sem dores de cabeça. Confusos? Esta quarta-feira, 14 de dezembro, passa por aí a proposta musical que, a partir das 21h30, vai levar “Electrónica sem Pastilhas” ao Auditório da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP).

Mostrar um lado menos convencional da música eletrónica é a missão que vai juntar em palco dois projetos diversos, mas com raízes comouns.  A marcar o ritmo do concerto vai estar a eletrónica de Söll. A fazer-lhe companhia estará o duo de Probióticos (os microorganismos que te fazem bem) constituído por Filipe Fernandes (eletrónica) e João Grilo (piano)

Com entrada livre, o espetáculo resulta de uma parceria entre a Associação Interferência e o Comissariado Cultural da FEUP.

Mais informações através do ccultur@fe.up.pt