CIIMAR em destaque na festa dos 20 anos da Ciência Viva no Verão

Adriana Rego participou na Edição 2014/2015 do programa BYT CIIMAR

Depois de ter integrado a adição 2014/2015 do programa BYT CIIMAR, Adriana Rego vai participar ao longo de sete dias num cruzeiro científico a bordo da Caravela Vera Cruz (Foto: Ciência Viva)

Adriana Rego, estudante do Mestrado em Biologia Celular e Molecular da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e a desenvolver a tese no Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha da U.Porto (CIIMAR), integra o grupo de oito jovens investigadores portugueses escolhidos para participar no cruzeiro científico que partiu na passada terça-feira de Sines, a bordo da caravela Vera Cruz, assinalando desta forma os 20 anos do programa Ciência Viva no Verão.

Durante os sete dias de navegação, Adriana Rego – que participou em 2014/2015 no programa pré-graduado Blue Young Talent (BYT), promovido pelo CIIMAR em parceria com a indústria e PMEs – e os restantes estudantes participarão nas atividades e nas rotinas da navegação da Vera Cruz. Pelo meio, vão discutir diversos temas como a subida do nível do mar e as alterações climáticas, os microplásticos, a poluição, a erosão do litoral e a perda de biodiversidade, as técnicas de navegação pelas estrelas, a medição de correntes, as sondagens e as análises químicas, entre outros.

Ao longo da viagem “Ao Leme com Ciência Viva”, desenvolvida pela Ciência Viva em colaboração com a Aporvela – Associação Portuguesa de Treino de Vela, serão realizadas quatro escalas em terra: Sines (dia 2), Lisboa (dia 4), Ílhavo (dia 7) e Porto (dia 9). Em cada local terá lugar um Festival de Ciência aberto à comunidade, onde os jovens cientistas poderão partilhar as suas experiências.

No Porto, a festa do Ciência Viva organizada pelo Planetário do Porto em parceria com o CIIMAR, vai invadir o passeio Alegre no dia 9, entre as 11h00 e as 19h00, período em que a população será desafiada a participar em diversas atividades lúdico – pedagógicas. Ao longo do dia, o CIIMAR dinamizará atividades experimentais relacionadas com as alterações globais e a acidificação dos oceanos, a biodiversidade do oceano, e a contaminação dos ecossistemas marinhos e dos seus animais por microplásticos. Será também apresentado um modelo de Aquacultura Multitrófica Integrada (IMTA), bem como um módulo exemplificativo do percurso da investigação biotecnológica desde a recolha de seres marinhos até à identificação de novos compostos bioativos extraídos a partir destes.

Antes, o CIIMAR estará também presente no Festival de Ciência de Lisboa (4 de agosto) onde dará as boas vindas à caravela Vera Cruz. Os interessados podem acompanhar a experiência dos jovens investigadores a bordo da caravela e nos festivais de ciência através das redes sociais, de um blogue criado para o efeito e da TVI, que tem uma equipa de reportagem a bordo da caravela.

Recorde-se que os investigadores do CIIMAR desenvolvem diariamente a sua atividade, nas novas instalações do terminal de cruzeiros do Porto de Leixões, nas linhas Alterações Globais e Serviços dos Ecossistemas, Aquacultura e Qualidade de Produtos Alimentares Marinhos, e Biotecnologia Marinha com o objetivo de dar resposta aos importantes desafios societais da atualidade. Estas inserem-se nas grandes temáticas de exploração do mar para os próximos anos, que contam assim com a contribuição do CIIMAR para o Conhecimento e Sustentabilidade do Oceano.