INESC TEC determina orientação de aeronaves com fibra ótica

Processo inovador tem como característica diferenciadora a utilização transparente de sistemas em fibra ótica para a transmissão de sinais GPS.

No final de fevereiro, o INESC TEC deverá ter concluído o desenvolvimento de um processo que permite transmitir sinais GPS diferenciais sobre fibra ótica monomodo para determinar a atitude (orientação relativamente ao horizonte) de aeronaves.

O processo, que foi demonstrado com sucesso no final de janeiro em Inglaterra, apresenta como característica inovadora a utilização transparente (isto é, com funcionamento imediato) de sistemas em fibra ótica para a transmissão de sinais GPS. O sucesso da demonstração já despertou o interesse de construtores aviónicos como a Agusta Westland e Airbus, que ponderam agora adotar esta tecnologia nos seus modelos.

Este processo surge no âmbito do projeto DAPHNE, que arrancou em 2009 na área de sistemas de comunicação em fibra ótica para aeronaves civis. O consórcio do projeto DAPHNE é constituído por 15 parceiros europeus e tem como objetivo introduzir as mais avançadas tecnologias de redes de comunicação por fibra ótica nas futuras frotas de aviação.

Com este projeto, toda a infraestrutura de comunicações dos aviões será otimizada, garantindo assim ganhos significativos relativamente à instalação e manutenção de cablagem. A tecnologia de fibra ótica é vantajosa tanto para a aviação comercial como militar, dada a sua leveza, volume reduzido e maior imunidade a interferências, comparativamente ao cobre.

O poster do projeto DAPHNE está disponível aqui.