FCUP integra programa nacional para a promoção da segurança informática

O GTCS terá como missão definir boas práticas de cibersegurança destinadas às empresas e consumidores. (Fotos: DR)

A Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP) vai fazer parte do novo Grupo de Trabalho para a Cibersegurança (GTCS),  criado recentemente pelo Governo com o objetivo de promover a segurança informática de empresas e consumidores.

A criação deste organismo, determinada pelos Secretários de Estado da Economia, João Correia Neves, e da Defesa do Consumidor, João Veloso da Silva Torres, foi anunciada esta segunda-feira em Diário da República.

A FCUP será uma das 19 entidades a ser consultadas pelo GTCS, cuja equipa é constituída por representantes da Direção-Geral das Atividades Económicas (DGAE), Direção-Geral do Consumidor (DGC), Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), Agência para a Competitividade e Inovação, I. P. (IAPMEI), Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) e Agência Nacional de Inovação, S. A. (ANI).

Serão também envolvidas neste grupo de trabalho entidades do setor empresarial, como a Adyta, spin-off da U.Porto sediada na FCUP, outras instituições de ensino como o Instituto Superior Técnico e associações empresariais e de defesa dos consumidores.

O GTCS tem como missão definir boas práticas de cibersegurança destinadas às empresas e consumidores; avaliar, propor e desenvolver iniciativas destinadas a disseminar soluções e boas práticas de cibersegurança junto do tecido empresarial, designadamente micro, pequenas e médias empresas dos setores de atividade industrial, do comércio e dos serviços, bem como dos consumidores; e explorar as oportunidades que a cibersegurança oferece enquanto setor económico.

De acordo com o anúncio publicado, o GTCS deverá apresentar um relatório intercalar das suas atividades até 15 de maio de 2019 e um relatório final de atividades e resultados até 31 de julho de 2019.