FCUP conquista prata nas Olimpíadas Internacionais de Informática

Delegação portuguesa contou com a participação de docentes e estudantes da FCUP (Foto: DR)

Uma equipa liderada por vários elementos da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP) alcançou a primeira medalha de prata para Portugal nas Olimpíadas Internacionais de Informática (IOI), cuja 30.ª edição teve lugar entre os dias 1 e 8 de setembro, em Tsukuba, no Japão.

Este ano, a delegação portuguesa teve como líderes o docente do Departamento de Ciência de Computadores da FCUP, Pedro Ribeiro (Team Leader) e Pedro Paredes, mestre em Ciência de Computadores pela FCUP (Deputy Leader), que foram  responsáveis por toda a parte técnica e científica da criação de problemas e da preparação dos concorrentes portugueses. Na organização estiveram também envolvidos Gonçalo Paredes e Ricardo Pereira, estudantes da Licenciatura em Ciência de Computadores da FCUP.

Os concorrentes portugueses nas IOI foram os alunos Kevin Pucci, do Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins (Chaves), David Nassauer, da Escola Secundária D. Filipa de Lencastre (Lisboa), André Guimarães, do Externato Marista (Lisboa) e Diogo Rodrigues, do Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia. O grande destaque vai para Kevin Pucci, que garantiu a primeira medalha de Portugal na competição, sucedendo às oito de bronze  conquistadas em edições anteriores (2 em 2017, 1 em 2016, 2 em 2012, 1 em 2011, 1 em 2009 e 1 em 2002).

Ao longo de dois dias, os participantes viram testados os seus conhecimentos informáticos e algorítmicos. (Foto: DR)

Participaram neste evento 335 alunos de escolas secundárias provenientes de 87 diferentes países ou regiões. Para além de um variado programa social, dois dias de competição, de 5 horas e 3 problemas cada, colocam à prova os conhecimentos informáticos e algorítmicos de todos os participantes, que dão o melhor para representarem o seu país.

O Departamento de Ciência de Computadores  da FCUP está, desde há muitos anos, ativamente envolvido nas Olimpíadas Nacionais de Informática e nas IOI a vários níveis. Em termos científicos, desde 2001 que está envolvido na criação dos problemas e na preparação e treino dos participantes portugueses. Em termos logísticos, desde 2006 que acolhe a final nacional e desde 2005 faz parte da comitiva portuguesa que se desloca até às IOI.

Presentemente, o DCC lidera toda a parte científica da prova, apostando na criação de condições para que os alunos portugueses de todas as regiões do país possam brilhar ao mais alto nível, sendo que nos últimos anos Portugal tem obtido múltiplas medalhas nas IOI e também em concursos com o CIIC (Concurso Ibero-Americano de Informática e Computação).