Famalicão e UPTEC promovem concurso de negócios de economia circular

Concurso destina-se a projetos sem empresa constituída ou empresas com até 3 anos existência (Foto: Arquivo UPTEC)

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, em parceria com o Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC), está a promover o Jump, um concurso que tem como objetivo premiar startups com modelos de negócio que promovam a circularidade da economia.

A iniciativa promovida por Vila Nova de Famalicão, o concelho mais exportador do país, em conjunto com algumas empresas locais, pretende atrair novas ideias de negócio e promover novas soluções e serviços para a indústria, a cidade e os cidadãos.

O objetivo passa por impulsionar o desenvolvimento uma cultura empreendedora no concelho, com vista à instalação de novas empresas nos polos da Incubadora Famalicão Made In.

Os projetos submetidos devem solucionar um desafio ou colmatar uma necessidade do âmbito da economia circular, nomeadamente no que diz respeito a design de produtos e serviços funcionais, ecológicos e economicamente viáveis; desenvolvimento de novas tecnologias para gestão eficiente de recursos; desenvolvimento de simbioses industriais; conceção e implementação de modelos de negócios e criação de redes de distribuição partilhadas, optando por formas de transporte mais sustentáveis.

O Jump é um concurso que pretende premiar startups com modelos de negócio que promovam a circularidade da economia.

“Esta parceria com Famalicão reforça o posicionamento de aproximação ao tecido industrial em que a UPTEC tem vindo a apostar. Por um lado, queremos estar ainda mais próximos das ideias de negócio relacionadas com a economia circular e por outro, pretendemos partilhar novos processos de inovação com as indústrias da região.”, reforça Cláudia Ribeiro da Silva, diretora de desenvolvimento para a área tech da UPTEC.

Os três projetos com melhor pontuação atribuída pelo júri terão direito a um ano de instalação gratuita e acesso ao programa de aceleração da incubadora Famalicão Made In. Serão ainda atribuídos prémios monetários: 5 mil euros para o primeiro classificado (prémio TMG/Primor); 1500 euros para o segundo classificado (prémio Maqfort) e 1000 euros para o terceiro classificado (prémio AAC Têxteis).

Podem candidatar-se ao JUMP 2019 projetos sem empresa constituída ou empresas com até 3 anos existência, com equipas sem limite de número de elementos.

As candidaturas decorrem até 15 de junho e devem ser feitas aqui.