Universidade vai ajudar a trazer mais investimento para o Porto

protocolo_investportoA Universidade do Porto é uma das 22 entidades parceiras da InvestPorto, uma nova agência de investimento dinamizada pela Câmara Municipal do Porto (CMP), que terá como missão atrair e captar mais projetos e investidores para a cidade e para a região.

Constituído no final de 2014 e liderado por Ana Teresa Lehmann, docente e antiga Pró-Reitora da U.Porto para as áreas do planeamento estratégico e relações empresariais, este novo organismo pretende “contribuir para a criação de um ambiente de negócios mais propício ao investimento no Porto”. Para tal, assume a responsabilidade de “acompanhar o investidor durante todas as fases do processo de investimento”, vincando as “vantagens competitivas da cidade do Porto como destino favorável à atração de investimento direto, nacional e estrangeiro”, destacou o presidente da CMUP, Rui Moreira, durante a cerimónia de apresentação da InvestPorto.

A apresentação da nova agência coincidiu com a assinatura dos protocolos “com um conjunto significativo de entidades de elevada relevância para a dinamização económica da cidade, da região e do país” com as quais a autarquia pretende “explorar complementaridades e sinergias para a promoção de um ambiente catalisador e propício à competitividade, à inovação empresarial e à captação de investimento”. No caso concreto da U.Porto, o papel passará por “promover a interação entre o sistema científico e tecnológico e o tecido empresarial, potenciando a transferência de conhecimento e tecnologia de suporte à criação de novas dinâmicas de negócio, com vista ao reforço da competitividade e atratividade da cidade do Porto, a nível internacional”.

A Universidade compromete-se ainda a “estimular e apoiar o tecido empresarial local no desenvolvimento da inovação de uma forma sistemática e sustentada, designadamente através da sua rede de partilha de conhecimento focada na I&DT, e de outras atividades direcionadas para a valorização do conhecimento e a inovação empresarial”.

Entre as iniciativas em que a U.Porto será chamada a contribuir incluem-se “ações de capacitação empresarial e outras iniciativas que estimulem o empreendedorismo e a inovação empresarial” e ações de apoio à inovação e dinamização empresarial que favoreçam a criação de novas dinâmicas de negócios suportadas na valorização do conhecimento. Prevista está ainda a realização de conferências, seminários, encontros temáticos, business forums e outras “iniciativas que promovam o estímulo ao desenvolvimento empresarial”, bem como a participação em” projetos que promovam a atração de atividades de elevado valor acrescentado para a economia local, intensivas em conhecimento e inovação e com forte interação com entidades do sistema científico e tecnológico”.

A U.Porto junta-se assim a um esforço coletivo que vai juntar ainda associações empresariais, polos de comércio e indústria polos de competivitivdade e tecnologia, instituto de interface, entre outras entidades públicas e privadas . Para já, a InvestPorto  já iniciou uma série de contactos com “um número significativo de investidores nacionais e internacionais”, adiantou Ana Teresa Lehman.

<iframe width=”560″ height=”315″ src=”https://www.youtube.com/embed/4mIPwTq3tQw” frameborder=”0″ allowfullscreen></iframe>