U.Porto em curso sobre empreendedorismo da RedEmprendia

O curso sobre empreendedorismo para professores estará a funcionar em pleno em Setembro, para todas as Universidades da RedEmprendia

O curso sobre empreendedorismo para professores estará a funcionar em pleno em Setembro, para todas as Universidades da RedEmprendia

Catarina Maia, docente da FEUP, foi a representante da Universidade do Porto no primeiro “Curso de Formação em Empreendedorismo para Professorado”, um módulo de formação online organizado pela RedEmprendia.

Ao todo, foram mais de 50 os participantes na acção, provenientes de todas as Universidades associadas à rede ibero-americana de empreendedorismo. Peritos e técnicos de gabinetes de transferência de tecnologia, incubadoras e programas de empreendedorismo também fizeram parte da formação.

O curso foi concebido como uma “experiência-piloto” para validar o “Módulo Básico de Empreendedorismo para Graduação” cujo objetivo final é melhorar a oferta formativa nesta área para os estudantes ibero-americanos. O módulo estará disponível, em pleno, a partir do mês de Setembro através de um ambiente virtual e aberto a todas as universidades que fazem parte da RedEmprendia.

O coordenador do curso, Pere Losantos, explica que, nesta primeira experiência, “os professores tiveram a oportunidade de aprender a lidar com os conteúdos do módulo para estudantes e, assim, entender em apenas seis semanas as possibilidades que oferece”. Os participantes foram também convidados a sugerir os seus próprios conteúdos e metodologias, de maneira a enriquecer o conteúdo inicial da acção de formação. Para 15% dos professores, esta foi a primeira aproximação a uma temática cada vez mais frequente na oferta educacional dada pelas universidades, que exige que os professores assumam um papel orientador de projetos e pessoas com foco no empreendedorismo.

 Como vai funcionar o curso?

A plataforma Moodle, alojada no servidor da RedEmprendia, foi o meio escolhido para a formação por, como disse Pere Losantos “ser o ambiente mais comum nas universidades e porque os professores de Portugal e Espanha, pelo menos, estarem já habituados a utilizá-la”.

 O programa formativo inclui conteúdos relacionados com a geração de novas ideias a partir da detecção de oportunidades, a constituição de equipas de trabalho complementares e o fomento de atitudes e capacidades empreendedoras. Este último ponto é onde as universidades da RedEmprendia encontram maiores lacunas ao nível do material a que os docentes têm acesso para fomentar o empreendedorismo universitário. Todo o material utilizado é de uso público, por cedência dos seus autores.