U.Porto domina bolsas de investigação Fulbright

As candidaturas vencedoras são das áreas da Saúde, de Ciências e de Engenharia.

Sete doutorandos da Universidade do Porto ganharam bolsas de investigação concedidas pelo Programa Fulbright e vão ter a oportunidade de prosseguir os seus projetos de investigação em universidades e centros de investigação dos Estados Unidos da América. À semelhança do que tem sucedido no passado recente, os investigadores da U.Porto dominaram as Bolsas Fulbright para Investigação , uma vez que representam mais de um quarto das 27 bolsas concedidas em todo o país.

Os autores das sete candidaturas vencedoras provêm de faculdades e centros de investigação da U.Porto nas áreas da Saúde, das Ciências e da Engenharia: o Instituto de Saúde Pública (ISPUP), o Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (i3S), o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), a Faculdade de Farmácia (FFUP), a Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP), o Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR) e a Faculdade de Engenharia (FEUP).

O financiamento das bolsas de investigação do Programa Fulbright ascende até aos 8 mil dólares (cerca de 7130 euros) e a duração prevista varia entre os 4 e os 9 meses. Estas bolsas destinam-se a licenciados de qualquer área de estudo (sendo que o processo de seleção deu prioridade a alunos já a frequentar mestrado ou doutoramento), com bons conhecimentos de língua inglesa e com o seu projeto aceite pela instituição norte-americana anfitriã. Durante a estadia nos EUA, os bolseiros serão acompanhados pela Comissão Fulbright, responsável pelo programa, e pelo Institute of International Education e terão a oportunidade de participar em seminários, bem como noutras atividades culturais e científicas desenvolvidas pelo programa.

Sobre o Programa Fulbright

Administrado atualmente em mais de 150 países e patrocinado pelo Bureau of Educational and Cultural Affairs do Departamento de Estado dos EUA, o Programa Fulbright foi criado em 1946 por proposta do Senador J. William Fulbright com o objetivo de, através do intercâmbio internacional de estudantes e professores, promover o entendimento mútuo, a partilha de ideias e a busca de soluções para problemas globais. Em Portugal, o Programa é administrado pela Comissão Fulbright.

Desde o início da implementação do Programa Fulbright em Portugal, em 1960, mais de 1300 estudantes e professores portugueses e 750 norte-americanos receberam bolsas numa variedade de áreas académicas.